conteúdos
links
tags
Bolsas
Formação nas áreas de TIC ou Energia
Bolsa de gestão de ciência e tecnologia (BCGT) no âmbito do projeto TURBO-SUDOE - TIC/Energia
Estão abertas candidaturas para atribuição de uma bolsa de gestão de ciência e tecnologia (BCGT) no âmbito do projeto "TURBO-SUDOE – Desenvolvimento, validação e demonstração de um modelo baseado numa rede de “Transference Brokers” para a transferência de tecnologia entre Centros de I&D e empresas, no território SUDOE" (SOE1/P1/E0136), cofinanciado pelo programa Interreg-Sudoe, através do Programa Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER). Candidaturas até 1 de maio de 2017.
O projeto TURBO-SUDOE (www.turbo-sudoe.eu) é um projeto financiado pelo INTERREG
SUDOE cujo objetivo é validar e demonstrar a importância de um novo papel na ligação entre Investigação e Mercado – o papel de Transference Broker (TB). A abordagem inovadora do projeto reside na demonstração, em ambiente real, da importância deste papel para a transferência de tecnologia efetiva entre Centros de Investigação e Empresas, em 3 setores estratégicos (Agro-alimentar, Energia/TIC e Automóvel) da região SUDOE.
O Bolseiro integrará a UATEC – Unidade de Transferência de Tecnologia da Universidade de
Aveiro, onde desempenhará as seguintes funções para a área Energia/TIC:
- Identificação de oportunidades de cooperação (I&D e transferência de tecnologia) entre o Centro de Oferta de Tecnologia (UA) e os Centros de Procura de Tecnologia (empresas, clusters, etc);
- Identificação de oportunidades de financiamento nacional, europeu e internacional de atividades de I&DT e transferência de tecnologia com empresas e outras entidades externas;
- Dinamização de ações de screening tecnológico, estudos sobre o estado da técnica e apoio ao registo da propriedade intelectual no Centro de Oferta de Tecnologia (UA);
- Avaliar o potencial comercial de novas tecnologias desenvolvidas pelo Centro de Oferta de Tecnologia (UA) e proceder à divulgação destas junto de empresas;
- Preparação de ações de divulgação e disseminação de informação técnico-científica e eventos de networking a realizar entre o Centro de Oferta de Tecnologia (UA) e as empresas.
- Dinamização de ações de vigilância tecnológica e divulgação da informação recolhida junto do Centro de Oferta de Tecnologia (UA);
A bolsa terá a duração de 18 meses, com data prevista de início em 01-09-2017 e que serão distribuídos de acordo com o seguinte plano:
- Período de formação - 4 meses na Universidade de Aveiro, que incluirá uma semana intensiva de formação em Barcelona em transferência de Tecnologia, dada por um dos parceiros do projeto, o KIM – Fundación Knowledge Innovation Market Barcelona.
- Período de trabalho no Centro de Oferta de Tecnologia base – 8 meses (poderão ser
intercalados) na Universidade de Aveiro.
- Período de trabalho nos Centros de Procura de Tecnologia parceiros do projeto – 4 meses
(poderão ser intercalados), nos Centros de Procura de Tecnologia que estão localizados em
Portugal e Espanha.
- Período de trabalho no Centro de Oferta de Tecnologia base – 2 meses na Universidade de Aveiro.
É exigido o grau mínimo de mestre, devendo os candidatos possuir carta de condução, ter
disponibilidade para deslocações em território nacional e internacional, e satisfazer,
preferencialmente, as seguintes condições:
-Formação nas áreas: TIC (Engenharia Informática, Engenharia Computadores e Telemática, Engenharia Eletrónica e Telecomunicações, Tecnologias de Informação e áreas afins) ou Energia (Engenharia Mecânica, Engenharia Física, Engenharia e Gestão Industrial, Engenharia Química e áreas afins);
-Conhecimento geral da instituição Universidade de Aveiro;
- Conhecimento geral do ambiente empresarial regional, nacional e internacional do setor
Energia/TIC;
- Experiência em gestão de ciência e tecnologia;
- Experiência profissional no setor Energia/TIC
- Conhecimentos nas áreas de empreendedorismo, transferência de tecnologia e propriedade intelectual;
- Conhecimento dos programas nacionais, europeus e internacionais de financiamento das
atividades de I&DT e inovação;
- Experiência na elaboração de candidaturas, preferencialmente com parceiros empresariais;
- Experiência na gestão técnica e financeira de projetos;
- Domínio oral e escrito da língua portuguesa e da língua inglesa (o domínio oral e escrito da língua espanhola será considerado um fator positivo extra);
- Boa capacidade de comunicação (incluindo informação técnica) com colegas e contactos
externos, a diferentes níveis;
- Capacidade de trabalho em equipa e de forma independente;
- Bom relacionamento interpessoal e atuação pró-ativa.
O montante mensal da bolsa a atribuir, dependendo do perfil do candidato selecionado em
primeiro lugar, encontra-se previsto na tabela de Bolsas anexa ao Regulamento de Bolsas de Investigação Científica da Universidade de Aveiro em vigor, Regulamento nº 341/2011, de 20 de maio, disponível em https://www.ua.pt/sgrhf/PageText.aspx?id=15032.
Ao candidato selecionado serão pagas, à parte, todas as despesas de deslocação em território nacional e internacional incorridas, necessárias ao desenvolvimento do seu trabalho.
A periodicidade de pagamento da bolsa é mensal e através de transferência bancária.
A avaliação das candidaturas será feita em duas fases. Na 1ª fase proceder-se-á à avaliação curricular dos candidatos, sendo seriados para admissão à 2ª fase, que constará de entrevista individual, os 5 (cinco) candidatos com melhor avaliação curricular.
A avaliação curricular será realizada de acordo com os seguintes critérios:
- Habilitações académicas (20%);
- Experiência profissional em atividades de I&D e Inovação (20%);
- Experiência profissional em atividades de transferência de tecnologia (20%);
- Experiência profissional no setor da Indústria Energia/TIC (20%);
- Formação complementar relevante na área de transferência de tecnologia (20%).
A entrevista aos 5 (cinco) candidatos admitidos será conduzida com base em guião que avaliarácada candidato nos seguintes domínios:
-Conhecimento geral da instituição Universidade de Aveiro (10%);
-Conhecimento geral do ambiente empresarial regional, nacional e internacional do setorEnergia/TIC (20%);
-Conhecimentos nas áreas de empreendedorismo, transferência de tecnologia e propriedadeintelectual (20%);
-Conhecimento dos programas de financiamento nacionais, europeus e internacionais deatividades de I&DT e inovação (20%);
-Motivação, dinamismo e visão estratégica do candidato (15%);
-Capacidade de comunicação oral e escrita da língua portuguesa e da língua inglesa (10%);
-Organização e estruturação dos conteúdos apresentados ao longo da entrevista (5%).
A avaliação final será realizada de acordo com a seguinte ponderação: 60% avaliação curricular (1ª fase); 40% entrevista (2ª fase).
A especificação dos critérios de avaliação encontra-se em documento anexo.
O júri responsável pela seleção será constituído por: José Paulo de Jesus Rainho; Rui Luís Andrade Aguiar; Ana Teresa Beirão Costa Pinto.
Das candidaturas deverão constar os seguintes documentos: Carta de motivação da candidatura(máximo duas páginas A4) em inglês; Formulário de candidatura, disponível no sítio da Área de Recursos Humanos, em https://www.ua.pt/sgrhf/PageText.aspx?id=15032 (“Formulário deCandidatura a Bolsas de investigação”), com indicação de endereço de correio eletrónico docandidato; Curriculum vitae do candidato em inglês; Certificados de habilitações, de formaçãocomplementar e de experiência profissional, e outros documentos comprovativos consideradosrelevantes.
O prazo de receção das candidaturas decorrerá entre 7 de abril e 1 de maio de 2017.
A atribuição de bolsa tem por base o Regulamento de Bolsas de Investigação Científica daUniversidade de Aveiro – Regulamento n.º 341/2011, 2ª série, n.º 98, de 20 de maio e o Estatutode Bolseiro de Investigação Científica, aprovado pelo Lei n.º 40/2004, de 18 de agosto, alteradopelo Decreto-Lei n.º 202/2012, de 27 de agosto, pela Lei n.º12/2013, de 29 de janeiro, e peloDecreto-Lei n.º89/2013, de 9 de julho.
As candidaturas deverão ser remetidas por correio eletrónico para uatec@ua.pt
O resultado do processo de seleção será divulgado através de correio eletrónico.
imprimir