conteúdos
links
tags
Cultura
Homenagem a Umberto Eco, na Sala Hélène de Beauvoir da Biblioteca da UA
Exposição “Ecos de Umberto: fragmentos da obra de um Homem plural”
Biblioteca da UA promove formação
Está patente até dia 8 de fevereiro, de segunda a sábado, das 09h00 às 18h00, na Sala Hélène de Beauvoir da Biblioteca da UA, a exposição "Ecos de Umberto: fragmentos da obra de um Homem plural", onde pode conhecer-se um Scriptorium medieval, estabelecimento eclesiástico onde os copistas procediam à cópia dos códices (manuscritos antigos). É uma exposição da autoria do Clube UNESCO de Aveiro, em colaboração com a ADERAV e os Serviços de Biblioteca, Informação Documental e Museologia da Universidade de Aveiro (SBIDM).

Umberto Eco (1932-2016) foi um escritor, filósofo, semiólogo, linguista e bibliófilo italiano de fama internacional. Foi titular da cadeira de Semiótica e diretor da Escola Superior de Ciências Humanas na Universidade de Bolonha. Ensinou temporariamente em Yale, na Universidade Columbia, em Harvard, Collège de France e Universidade de Toronto. Colaborador em diversos periódicos académicos, entre eles colunista da revista semanal italiana L'Espresso, na qual escreveu sobre uma infinidade de temas. Eco foi, ainda, um notório escritor de romances, entre os quais “O nome da rosa” e “O pêndulo de Foucault”.

Nesta homenagem a Umberto Eco, estão expostas várias edições do autor existentes na biblioteca da UA bem como uma réplica de um Scriptorium medieval, o mobiliário, os instrumentos, os materiais e os utensílios indispensáveis à tarefa complexa e exigente de reproduzir um saltério, uma Bíblia, um missal ou outro livro litúrgico.

No âmbito deste evento, realizar-se-á ainda uma comunicação: dia 8 de fevereiro pelas 15h00: "Nos Scriptoria medievais (d)os copistas e (d)a arte da escrita", pela Professora Maria José Azevedo Santos, da Universidade de Coimbra.

Entrada livre!

imprimir
tags
veja também
 
evento relacionado
 
outras notícias