conteúdos
links
tags
Investigação
“KATCH_e” é dirigido aos setores do mobiliário e construção
UA participa em projeto europeu para promoção da economia circular no mobiliário e construção
UA participa no projeto internacional KATCH_e
A Universidade de Aveiro (UA) é um dos 13 parceiros do projeto “KATCH_e - Knowledge Alliance on Product-service Development for the Circular Economy and Sustainability in Higher Education” – para promoção de competências no desenvolvimento de produtos e serviços no âmbito da economia circular e sustentabilidade nos setores do mobiliário e construção. A candidatura "KATCH_e" ao programa Erasmus+, Ação Chave 2, "Cooperation for innovation and the exchange of good practices", foi a melhor entre 188 apresentadas.

Esta Aliança de Conhecimento sobre Desenvolvimento de Produtos-Serviços para a Economia Circular e a Sustentabilidade no Ensino Superior, tradução para o acrónimo “KATCH_e”, traduzir-se-á também no desenvolvimento de uma Unidade Curricular multidisciplinar sobre design e sustentabilidade para a economia circular aplicado às áreas académicas envolvidas no desenvolvimento de produtos e serviços – nomeadamente o design –, através da colaboração entre o ensino superior, institutos de investigação e empresas. O curso será testado em empresas, resultando em casos de estudo, orientados para dois setores: mobiliário e produtos de construção. Todos os recursos serão disponibilizados numa plataforma online.

O consórcio escolheu o tema da economia circular, porque se entende como necessária a transição do modelo linear que esgota os recursos naturais e destrói ecossistemas para um modelo circular em que o valor dos produtos, materiais e recursos é mantido na economia o tempo mais longo possível e a geração de resíduos é minimizada.

Assim, o desafio é contribuir para que designers e outros profissionais envolvidos no desenvolvimento de produtos-serviços (designers, engenheiros, profissionais de marketing, especialistas em ambiente, e gestores de negócios e inovação) adquiram competências para implementar estratégias como utilização de recursos em cascata, refabricação, reutilização, biodegradação, reciclagem e novos modelos de negócio, nomeadamente a substituição de produtos por serviços?

O “KATCH_e” conta com parceiros de quatro países europeus (Portugal, Espanha, Áustria e Dinamarca) que irão colaborar de acordo com quatro linhas de orientação:

- Análise de necessidades de formação, de tendências e de políticas de design para a economia circular e a sustentabilidade;

- Estabelecimento de uma rede de stakeholders para apoiar a transferência de conhecimentos e assegurar as atividades pós-projeto;

- Desenvolvimento e teste de um massive open online course e ferramentas de desenvolvimento de produtos-serviços para a economia circular e a sustentabilidade;

- Implementação em contextos académico e empresarial, desenvolvendo casos de estudo.

A equipa de investigadores na UA inclui: Teresa Franqueira (Departamento de Comunicação e Arte, DeCA) – coordenadora do Projeto na UA –, Paulo Cachim (Departamento de Engenharia Civil, DECivil, e Plataforma Tecnológica da Floresta), Dmitry Evtyugin (Departamento de Química, DQ, Plataforma Tecnológica da Floresta), Luís Tarelho (Departamento de Ambiente e Ordenamento, ­DAO, e PT Floresta), Silvina Santana (Departamento de Economia, Gestão, Engenharia Industrial e Turismo, DEGEIT), Margarita Robaina (DEGEIT) e Victor Ferreira (DECivil e Plataforma Tecnológica do Habitat Habitat@ua).

Parceiros:

– Laboratório Nacional de Energia e Geologia, LNEG (coordenador do projeto)

– Universidade de Aveiro, UA

- Amorim Cork Composites, SA, AMORIM

- Asociacion se Investigacion de las Industrias Ceramicas, ITC-AICE

- Instituto Europeo de Prospectiva y Estrategia SA, PROSPEKTIKER

- Universitat Jaume I de Castellon, UJI

- Technische Universitaet Wien, TUV

- Österreichisches Ökologie-Institut, AIE

-  Doka Gmbh, DOKA

- Aalborg Universitet, AAU

- Højer Møbler A/S, HØJER

– LEBANA (Associate partner)

- Roofeco System S.L., ROOFECO (Associate Partner)

O projeto durará 36 meses e terminará no final de dezembro de 2019.

imprimir
tags
veja também
 
outras notícias