conteúdos
links
tags
Campus
UA prepara presença no TECHDAYS Aveiro, de 15 a 17 de setembro, no Parque de Feiras e Exposições de Aveiro
Escultor do aço desenvolvido na Universidade de Aveiro
O investigador Ricardo Sousa e a máquina de estampagem incremental
Um implante craniano para substituir um osso da cabeça? Uma porta para um protótipo de um novo automóvel? Uma peça para a fuselagem de uma nave aeroespacial? Tudo feito num par de horas. O escultor dá pelo nome de “máquina para estampagem incremental de chapa” e a julgar pelo tempo que demora a fabricar as peças não parece assim tão eficaz. Mas se pensarmos que se tratam de peças exclusivas, feitas por uma máquina capaz de estampar em placas de aço de alta resistência qualquer coisa que se imagine, então a máquina inventada no Departamento de Engenharia Mecânica da Universidade de Aveiro (UA) assume um caráter único. O método quer substituir os dispendiosos processos de moldagem industrial quando o objetivo é conceber um número reduzido de peças.

Desenvolvida a pensar sobretudo na indústria biomédica, automóvel e aeroespacial, a máquina da UA tem no punção um dos segredos que serão desvendados, juntamente com muitos, muitos outros projetos, no espaço da UA do TECHDAYS Aveiro 2016.  

imprimir
tags
veja também