conteúdos
links
tags
Campus
Equipa CAMBADA vence atuais campeões europeus e vice-campeões do mundo
Robótica da UA em grande no Festival Nacional de Robótica
Os campeões da CAMBADA
A participação das equipas do laboratório IRIS/IEETA/DETI da Universidade de Aveiro (UA) no 16º Festival Nacional de Robótica, que decorreu em Bragança entre 4 e 8 de maio, saldou-se por um fantástico desempenho nas várias competições em que estiveram envolvidas. A CAMBADA, equipa de Futebol Robótico da UA, alcançou uma brilhante vitória na final, na Liga de Robôs Médios, frente aos atuais campeões europeus e vice-campeões do mundo, os Tech-United Eindhoven, da Holanda.

Numa final extremamente disputada em que a expectativa se manteve até ao fim, a equipa CAMBADA deu a volta a um resultado desfavorável ao intervalo (0-1), conseguindo, no final, uma vitória por 2-1 graças a um fantástico jogo de estratégia e cooperação.

A liga MSL põe em confronto equipas formadas por cinco robôs, completamente autónomos, que jogam futebol entre si num campo de 18x12m. Estes robôs encontram-se na linha da frente da investigação em áreas tão díspares como a visão artificial, fusão sensorial, controlo dinâmico, cooperação robótica, inteligência artificial, entre outras.

Da mesma forma, na liga de Simulação 3D, a equipa FCPortugal (uma equipa das Universidade de Aveiro, Minho e Porto) sagrou-se vencedora, vencendo a equipa BahiaRT, do Brasil, na final por 1-0. A FCPortugal destacou-se pela sua capacidade de jogar em equipa, tendo obtido várias oportunidades ao longo do jogo. A Liga de Simulação 3D é uma competição em que duas equipas de 11 robôs humanóides virtuais jogam futebol através de um simulador. Os robôs simulados são totalmente autónomos durante os jogos, não havendo qualquer intervenção humana depois do jogo começar.

A liga desafia os investigadores a encontrar a melhor forma de movimentar um robô humanóide de forma estável. Desafia também os investigadores a criarem metodologias de coordenação de equipas de robôs, tais como formações, trocas de posições, táticas ou jogadas estudadas. Na prova de Condução Autónoma, a equipa ROTA da UA alcançou o segundo lugar da competição. Nesta liga os robôs têm de ultrapassar desafios de condução automóvel, como por exemplo condução dentro da faixa de rodagem, reconhecimento de sinais e cumprimento de regras de trânsito. Todos estes desafios têm de ser cumpridos sem qualquer intervenção humana.

Para mais informações: http://robotica.ua.pt

imprimir
tags
outras notícias