conteúdos
links
tags
Ensino e Formação
Concurso especial de acesso e ingresso para estudantes internacionais
UA atribui bolsa a estudantes do Brasil, PALOP e Timor-Leste
Universidade de Aveiro atribui bolsa a estudantes do Brasil, PALOP e Timor-Leste
A Universidade de Aveiro (UA) abriu um período de pré-candidaturas aos seus cursos superiores de 1º ciclo (licenciaturas e mestrados integrados), dirigido a candidatos internacionais e vai atribuir bolsas aos melhores estudantes do Brasil, dos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP) e de Timor Leste.

O concurso especial de acesso e ingresso para estudantes internacionais, para o ano letivo de 2016/17, irá ter a primeira fase de candidaturas aberta no período de 18 a 29 de abril de 2016.

Os candidatos brasileiros detentores do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) estão isentos da realização das provas de acesso, uma vez que a Universidade de Aveiro reconhece o ENEM, desde 2014, permitindo desta forma o acesso direto aos seus cursos. E os melhores vão mesmo poder usufruir de uma bolsa.

No ano letivo 2016/17, a UA vai atribuir 50 bolsas aos estudantes brasileiros que tenham obtido classificação igual ou superior a 650 pontos no ENEM, permitindo que os melhores paguem apenas o valor equivalente à anuidade dos estudantes da União Europeia (1063,47 €).

Bolsa igual será também atribuída aos melhores estudantes de Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, São Tomé e Príncipe, Guiné Equatorial e Timor-Leste. Para o ano letivo 2016/17, a UA vai conceder 20 bolsas aos estudantes que obtenham nota igual ou superior a 14 valores nas provas de acesso realizadas nesta instituição.

Até à abertura oficial do período de candidaturas às diferentes licenciaturas e mestrados desta universidade portuguesa, os interessados poderão manifestar o seu interesse em frequentar a Universidade de Aveiro por meio do  preenchimento de  formulário de pré-candidatura disponível em http://bit.ly/EIprecandidatura.

Sobre o estatuto do estudante internacional

O Estatuto do Estudante Internacional estabelece que são por ele abrangidos todos os estudantes que não tenham nacionalidade portuguesa ou nacionalidade de um estado membro da União Europeia. Os candidatos não deverão, tão pouco, ter residência em Portugal há mais de dois anos, de forma ininterrupta, em 31 de agosto do ano em que se candidatam.

Podem candidatar-se às vagas disponibilizadas nos ciclos de estudos de licenciatura e integrados de mestrado os estudantes internacionais que reúnam as seguintes condições:

- Sejam titulares de uma qualificação que dê acesso ao ensino superior, entendida como qualquer diploma ou certificado emitido por uma autoridade competente que ateste a aprovação num programa de ensino que lhes confira o direito de se candidatar e poder ingressar no ensino superior no país em que foi conferido;

- Sejam titulares de um diploma do ensino secundário português ou de habilitação legalmente equivalente.

Consulte mais informação sobre este estatuto e sobre o processo de candidaturas em: http://www.ua.pt/internationalstudent/ingresso

Mais informações poderão ser solicitadas pelo e-mail internationalstudents@ua.pt

 

 

imprimir
tags
veja também
 
outras notícias