conteúdos
links
tags
Opinião
Pelo fisioterapeuta João Carvalho
Fisioterapia - Passado, Presente, Futuro
O fisioterapeuta João Carvalho
O termo Fisioterapia é usado pela primeira vez em 1851, contudo em Portugal só surge em 1917. Segundo os historiadores, os Fisioterapeutas nasceram através de um conjunto de profissões e saberes, tais como os massagistas, enfermeiros e médicos. Em Portugal, a Fisioterapia aparece para ajudar os feridos da 1ª Guerra Mundial, mas é com a Guerra do Ultramar que acentua o seu crescimento, onde foram convidados fisioterapeutas estrangeiros para vir formar os primeiros “Agentes Técnicos de Fisioterapia”.

Na década de 60 do século XX foi criada a Associação Portuguesa de Fisioterapeutas (APF) e o Centro de Reabilitação de Alcoitão que durante muitos anos foi o único local onde se formaram fisioterapeutas. Em 1982, foram criadas mais três escolas de Fisioterapia: Porto, Coimbra e Lisboa, sendo que em 1999 existiam apenas seis escolas a formar Fisioterapeutas. Em 2000, a Universidade de Aveiro lançou-se no projeto de criar uma escola de fisioterapia, dada a falta de fisioterapeutas no país e na região centro em particular. Passados 10 anos existem 19 escolas a formar fisioterapeutas qualificados e, assim como noutras profissões, os fisioterapeutas têm sido forçados a emigrar, sendo França o principal destino.

Tal como noutras áreas não existe falta de trabalho, existe sim falta de condições físicas e financeiras para que os fisioterapeutas possam exercer as suas funções. Na zona centro do país já existem profissionais com formação altamente especializada, no entanto ainda não são suficientes, uma vez que continuam a existir centros de alto rendimento desportivo, clubes e instalações desportivas sem fisioterapeutas, tal como em lares, centros de saúde e associações de apoio a deficientes mentais e físicos. Faltam também locais especializados em determinadas patologias, tais como a reabilitação cardio-respiratória, casos oncológicos, incontinência urinária masculina e feminina. No entanto, na zona centro temos que obviamente referenciar o Centro de Reabilitação Rovisco Pais pelo trabalho notável com os doentes que para lá são encaminhados, por isto felicitamos este centro pelo seu trabalho e empenho.

O projeto inicial do Gabinete de Fisioterapia na Universidade de Aveiro vem ao encontro das necessidades e carências da população, essencialmente na zona Centro. Objetivamente temos a pretensão de nos tornar um modelo de referência na Fisioterapia em Aveiro. Almejamos um centro altamente especializado em diversas áreas, contando com fisioterapeutas com vários anos de experiência e formações várias, tendo a mais-valia de poder usufruir das condições do complexo Desportivo da Universidade de Aveiro, pavilhão Prof. Doutor Aristides Hall. Entre algumas áreas de trabalho, salientamos a reabilitação desportiva, cardio-respiratoria, oncologia, massagem para o bebé, classes de movimento, aulas de pré e pós parto, entre outras valias.

Sabia que o totobola foi criado para angariar fundos para a construção do centro de reabilitação de Alcoitão?

João Carvalho

João Carvalho é fisioterapeuta do Gabinete de Fisioterapia na Universidade de Aveiro, que funciona no Pavilhão Dr. Aristides Hall. Disponibiliza ainda consultas diagnóstico gratuitas no Centro de Saúde Universitário.

imprimir
tags
outras notícias