conteúdos
links
tags
Campus
Projeto IMPRINT+ consciencializa para o impacto ambiental das ações quotidianas e a importância da sua compensação
DBio lidera parceria internacional estratégica na área da educação ambiental
Projeto quer deixar uma pegada positiva no ambiente
Portugal, Espanha, Itália, Áustria e Irlanda aliaram-se para a redução da pegada ecológica, num projeto internacional a três anos intitulado Imprinting an ecological compensation reasoning on society by means of young citizens - IMPRINT+, financiado pelo programa Erasmus+, o instrumento da União Europeia no domínio da educação, formação, juventude e desporto. Liderado pela Universidade de Aveiro (UA) o projeto tem como mote a compensação da pegada ecológica, almejando-se uma filosofia de “deixar uma pegada positiva no ambiente” (IMPRINT Plus).

Bastante abrangente, o IMPRINT+ inclui valências como a mobilidade e formação de alunos, professores, auxiliares educativos e técnicos autárquicos da área do ambiente, um projeto piloto demonstrativo das boas práticas no contexto da compensação da pegada ecológica – que terá Lousada como laboratório vivo, o envolvimento da sociedade para o mapeamento e correção de áreas degradadas e um espírito de ‘competição saudável’ na disputa das equipas mais eficazes na compensação da pegada ecológica. Tudo isto alicerçado em pesquisa sobre o estado da arte e as práticas mais vanguardistas nos campos da sustentabilidade e da educação ambiental.

O projeto culminará com um tutorial para o empreendedorismo verde, com o intuito de proporcionar aos jovens ferramentas para o autoemprego, em projetos ambientalmente responsáveis.

A candidatura a fundos comunitários surgiu no seguimento da parceria que o Departamento de Biologia da UA mantém com o município de Lousada há cerca de dois anos, no âmbito da valorização dos recursos naturais e da educação ambiental. O financiamento de cerca de 410 mil euros permitirá estreitar as relações entre a ciência e a sociedade, pois o projeto será amplamente disseminado não só pelos municípios do norte do País, mas por toda a Europa, sendo que os conteúdos estarão disponíveis para qualquer escola ou entidade interessada em aderir, em seis línguas: português, inglês, espanhol, italiano, alemão e francês.

Além da UA e do Município de Lousada o projeto conta com a parceria de uma agência austríaca de disseminação de resultados de projetos europeus (E.N.T.E.R.), a maior ONG irlandesa no campo das boas práticas ambientais (LeaveNoTrace Ireland), uma escola de ciências da Sicília, Itália (IISS Cipolla-Pantaleo-Gentile), uma escola secundária de Baza, Espanha (IES Pedro Jiménez Montoya). A reunião de arranque já teve lugar em Graz, na Áustria ea primeira apresentação pública do projeto será no dia 20 de novembro no Sement Event, em Luso.

A UA coordenará os trabalhos e reuniu uma equipa multidisciplinar com investigadores nas áreas de fauna (Milene Matos e Eduardo Ferreira), flora (Rosa Pinho e Lísia Lopes), sistemas de informação geográfica (João Carvalho), comunicação e multimédia (Pedro Beça, Pedro Amado e Maria João Antunes), liderados por Carlos Fonseca. O IMPRINT+ reforça assim a colaboração entre os Departamentos de Biologia e Comunicação e Arte, cujos projetos conjuntos têm sido muito bem sucedidos.

imprimir
tags
outras notícias