conteúdos
links
tags
Distinções
Evento decorreu na UTAD, de 8 a 12 de abril
CAMBADA conquista prata frente aos campeões do mundo no Festival Nacional de Robótica
A CAMBADA trouxe mais um troféu para a UA
A CAMBADA, equipa de Futebol Robótico da Universidade de Aveiro (UA), ficou em segundo lugar na Liga de Tamanho Médio, depois de uma final com os atuais campeões do mundo, o TechUnited Eindhoven, da Holanda, no Festival Nacional de Robótica que decorreu no passado fim de semana, em Vila Real. Na condução autónoma, a equipa da UA, ROTA, ficou em terceiro. A CAMBADA ainda terminou a fase de grupos em primeiro lugar, tendo batido a campeã do mundo no primeiro jogo e conseguido um empate com a mesma equipa no segundo, mas não evitou a derrota na final, lutando com dificuldades de comunicação.

Na prova de futebol robótico participaram cinco equipas: três portuguesas - CAMBADA (da UA), Minho (da Universidade do Minho) e 5DPO (da FEUP, Universidade do Porto) - e duas estrangeiras, a TechUnited Eindhoven – atuais campeões do mundo - e Falcon ASML, ambas da Holanda.

A equipa CAMBADA terminou a fase de grupos em primeiro lugar tendo batido a equipa campeã do mundo no primeiro jogo por 2-1 e conseguido um empate com a mesma equipa no segundo jogo com o resultado de 2-2. Ao todo a equipa da UA marcou 47 golos tendo sofrido 9. No entanto, no jogo da final, disputado com os campeões do mundo, uma primeira parte com muitos problemas na comunicação sem fios ditou um largo desequilíbrio a favor da TechUnited que chegou ao intervalo a vencer já por 4-0. Na segunda parte as condições de comunicação melhoraram para a equipa da UA que, mesmo assim, acabou por perder por 6-1.

“Globalmente, esta participação salda-se com um resultado de excelente nível, ao qual apenas faltou a possibilidade de ter disputado o jogo da final em melhores condições técnicas”, considera Bernardo Cunha, coordenador da equipa de futebol robótico CAMBADA.

Na Robocup Soccer Middle Size League, a equipa CAMBADA foi constituída por Bernardo Cunha, José Luis Azevedo, António Neves e Nuno Lau, quatro professores do Departamento de Eletrónica, Telecomunicações e Informática (DETI) da UA, Ricardo Dias e Alina Trifan, alunos de doutoramento, e os investigadores Filipe Amaral e João Silva.

Na prova de condução autónoma, a equipa ROTA, da UA, conseguiu um terceiro lugar. Esta equipa foi constituída por Artur Carneiro Pereira, professor do Departamento de Eletrónica, Telecomunicações e Informática (DETI), Eurico Pedrosa, aluno de doutoramento, e João Bernardo, aluno de Mestrado.

Ao nível internacional, o Festival Nacional de Robótica é um momento crucial para avaliar o trabalho desenvolvido pela equipa CAMBADA com vista à sua participação na competição mundial, comenta ainda Bernardo Cunha. “É uma oportunidade única para testar novas soluções tecnológicas e científicas e fazer uma avaliação do trabalho a desenvolver até Julho, com vista a conseguir manter-se ao nível das melhores equipas de investigação do mundo no domínio da robótica”, salienta.

imprimir
tags
outras notícias