conteúdos
links
tags
Distinções
Eleição para uma das Sociedades de Ecotoxicologia com maior expressão mundial
Investigadora do DBio da Universidade de Aveiro presidente da SETAC Europa
Mónica Amorim coordena projeto europeu
Mónica Amorim, investigadora no Departamento de Biologia (DBio) e no Centro de Estudos do Ambiente e do Mar (CESAM) da Universidade de Aveiro, tomou posse como presidente da SETAC (Society of Environmental Contamination and Toxicology) para a Europa, uma das sociedades de ecotoxicologia com maior expressão a nível mundial.

A Society of Environmental Contamination and Toxicology (SETAC) conta com mais de 2200 membros, na Europa, estando representados cientistas da academia, indústria e governo. A SETAC-Europa tem uma direção composta por 15 elementos, provenientes em partes iguais da academia, indústria e agências governamentais, de vários países da Europa.

Mónica Amorim é a segunda cientista do DBio-UA a tomar posse como presidente desta sociedade, reflexo do prestígio internacional do grupo de investigação em ecotoxicologia do DBio, coordenado por Amadeu Soares.

Mónica Amorim é membro da SETAC, desde 1998, e pertence à direção da SETAC-Europa desde 2009. Participa ativamente nas iniciativas da SETAC, quer apresentando os seus trabalhos em congressos, organizando e presidindo a sessões dos congressos anuais e outros congressos ou workshops especiais, quer promovendo a participação dos seus alunos de pós-graduação, levando a Universidade de Aveiro à comunidade científica internacional. Além disso, presidiu ao comité da SETAC Global Soil Advisory Group, um grupo especializado em solos onde se discutem as temáticas associadas à ecotoxicologia, legislação (p.e. ISO, OCDE) e inovações.

A tomada de posse como presidente decorreu na cidade de Basel (Suiça), dia 14 de maio 2014. 

imprimir
tags
outras notícias