conteúdos
links
tags
Distinções
Filipa Lã, professora do Departamento de Comunicação e Arte
Investigadora da UA vence Prémio Santander de Internacionalização da Produção Científica da FCSH
A soprano e docente Filipa Lã
Filipa Lã é uma das vencedoras do Prémio Santander de Internacionalização da Produção Científica, na categoria Investigadores, da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas (FCSH) da Universidade Nova de Lisboa. A docente e investigadora do Departamento de Comunicação e Arte (DECA) da Universidade de Aveiro vai receber a distinção durante a sessão comemorativa do 35.º Aniversário da FCSH que terá lugar no dia 10 de outubro, às 15h30, no Auditório 1 da Torre B daquela faculdade.

"Este prémio, para além de ter sido uma completa surpresa para mim, representa o reconhecimento a nível nacional de uma das funções determinantes de uma Universidade: a produção de conhecimento com projeção internacional”, congratula-se Filipa Lã. “Claro que o Prémio também mostra igualmente um reconhecimento mais concreto da minha contribuição para a área da música, nomeadamente da pedagogia vocal e de áreas de fronteira como aquela que a música estabelece com a medicina”, adianta.

Para Filipa Lã, soprano e professora de canto no DeCA, a distinção “é também sinal que em Portugal se pensa com dimensão e validação internacional”. Apanhada de surpresa com a notícia, a docente sente ainda “um fervilhar de emoções que que só acalmarão quando receber o prémio".

O Prémio Santander de Internacionalização da produção Científica da FCSH visa distinguir os docentes e investigadores que mais tenham contribuído para a notoriedade internacional da produção científica daquela faculdade. Filipa Lã recebe o prémio na condição de investigadora do pólo da UA do Instituto de Etnomusicologia - Centro de Estudos em Música e Dança, uma unidade de investigação multidisciplinar sediada na FCSH. 

imprimir
tags
outras notícias