conteúdos
links
tags
Distinções
Associação Portuguesa de Cortiça distingue projeto do Departamento de Engenharia Mecânica da Universidade de Aveiro
Capacete de cortiça da UA recebe Prémio Inovação da APCOR
Ricardo Sousa e o protótipo do revestimento com cortiça para capacetes
Ricardo Sousa é o vencedor do Prémio Inovação atribuído pela Associação Portuguesa de Cortiça (APCOR). A distinção que homenageia o trabalho do investigador do Departamento de Engenharia Mecânica (DEM) da Universidade de Aveiro (UA) foi entregue a 4 de outubro, durante a 4ª edição da Gala Anual da Cortiça que decorreu no Hotel Convento do Espinheiro, em Évora. Ricardo Sousa cativou a APCOR com o trabalho de investigação sobre a utilização da cortiça no revestimento de capacetes.

A equipa de investigação de Ricardo Sousa provou que, em relação à esferovite utilizada em exclusivo por todos os fabricantes mundiais de capacete, a presença da cortiça no revestimento interno dos capacetes não só confere ao material maior capacidade para absorver um impacto como mantém essa característica permanece intacta no caso do motociclista sofrer na cabeça múltiplas pancadas. A técnica já está patenteada e aguarda pelo interesse da indústria para conquistar, principalmente, os desportos motorizados sujeitos a apertadas medidas de segurança.

“Receber este prémio é para mim uma honra e um estímulo para continuar a investir na área”, congratula-se Ricardo Sousa. ”A cortiça é um produto ecológico português que movimenta boa parte da economia. Por isso, faz todo o sentido que se procurem aplicações inovadoras para esse material e que cada vez mais indústria e academia se aliem na busca de novos produtos e ideias”, aponta.

Na hora de receber o troféu, Ricardo Sousa agradeceu o apoio dado pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia no âmbito do projeto de investigação que foi financiado, as condições existentes no seio do GRIDS-TEMA, a unidade de investigação da UA à qual o investigador está ligado, e à empresa CMS-Helmets pela cedência de material para testes.

A 4ª edição da Gala Anual da Cortiça reuniu os empresários do setor, celebrou a excelência da cortiça e reconheceu todos quantos, de algum modo, tiveram uma relação positiva ou acrescentaram valor ao setor.

“A Gala deste ano decorreu num momento em que, apesar de toda a conjuntura económica e social do país, as exportações de cortiça continuam a aumentar e se pretende que assim continuem”, sublinha a APCOR.

imprimir
tags
veja também
 
outras notícias