conteúdos
links
tags
Campus
Academic Ranking of World Universities (ARWU)
UA entre as 700 melhores universidades do mundo segundo o ARWU
AAUAv assinala 41 anos na gala de 3 de julho
O “Academic Ranking of World Universities” (ARWU), gerido pela Shanghai Ranking Consultancy, divulgou no passado dia 15 de agosto a sua última classificação. Nesta edição de 2019, este ranking avaliou cerca de 1800 universidades em todo o mundo, tendo a Universidade de Aveiro (UA) ficado classificada no intervalo 601-700 (a posição individual de cada universidade classificada é apenas indicada nos 100 primeiros lugares).

Para realizar a sua classificação, o ARWU utiliza cinco indicadores de contabilização absoluta: (i) número de ex-alunos que receberam o Prémio Nobel e a Medalha Fields; (ii) número de funcionários que receberam o Prémio Nobel e a Medalha Fields; (iii) número de investigadores altamente citados, de acordo com a Clarivate Analytics (à data de dezembro de 2018); (iv) número de artigos publicados nas revistas Nature e Science (entre 2014 e 2018); (v) número de artigos científicos incluídos na “Science Citation Index – Expanded” e na “Social Sciences Citation Index”, no ano de 2018.

Adicionalmente, este ranking utiliza um único indicador de contabilização relativizado pela dimensão de cada universidade, contabilizando a função da produtividade média dos professores de cada instituição (decidida,  ainda assim, por aqueles primeiros cinco indicadores).

Em termos absolutos, a UA ficou nesta edição de 2019 do ARWU em sexto lugar nacional. Já no único indicador acima referido que contabiliza a produção per capita, relativa ao número de académicos de cada instituição equivalentes em tempo integral, a UA obteve o segundo lugar nacional.

Saliente-se ainda que a UA começou a aparecer no ranking ARWU desde o ano de 2016, tendo nas anteriores três edições obtido uma melhor classificação global do que na presente edição. Nesta edição, a UA foi penalizada principalmente no indicador dos investigadores altamente citados. Pela positiva, salienta-se a subida da UA na pontuação do indicador relativo ao número de artigos científicos incluídos na “Science Citation Index – Expanded” e na “Social Sciences Citation Index”, no ano de 2018 (quando comparado com todos os anteriores anos).

 

 

imprimir
tags
outras notícias