conteúdos
links
tags
Campus
Congresso da APDR decorreu na UA, de 3 a 5 de julho
Debater Desenvolvimento Regional reduzindo o impacte ambiental do debate
A Comissão Organizadora do Congresso da APDR quis reduzir impactes ambientais da iniciativa
Duzentas árvores para compensar a emissão de 40 toneladas de dióxido de carbono que é a média estimada decorrente da deslocação de cada um dos mais de duzentos participantes no 26º congresso da Associação Portuguesa de Desenvolvimento Regional (APDR). O encontro decorreu na Universidade de Aveiro (UA), de 3 a 5 de julho, 29 anos depois do evento semelhante na UA e a organização quis assinalar a efeméride cuidando do ambiente.

A oferta de 200 árvores à UA para compensar as emissões de CO2 nas deslocações dos participantes parte do princípio que serão necessárias cinco árvores autóctones, ao longo de 20 anos, para compensar cada tonelada. Para além da compensação destas emissões, a organização assumiu preocupações de caráter ambiental a vários outros níveis, nomeadamente, nos brindes oferecidos – canetas e sacos de bambu, cadernos produzidos a partir de cartas militares inutilizadas -, no catering, optando por servir produtos alimentares da região, regime vegetariano a quem o solicitou e garrafas de água que poderiam ser reabastecidas sempre que necessário ao longo dos dois dias, e nos identificadores que deveriam ser devolvidos no final. No local do Congresso havia ainda contendores para separação de resíduos.

Por outro lado, toda a comunicação e divulgação do congresso foi feita via eletrónica, imprimindo apenas o essencial.

“Para além de reduzir o impacte ambiental, trata-se, sobretudo, de sensibilizar as pessoas para a temática de mitigação de alterações climáticas, dando o exemplo ”, afirma o coordenador da comissão organizadora, João Lourenço Marques. “Apesar das grandes mudanças exigirem iniciativas a outra escala, muito passa também por ações pontuais, como esta que assumimos na dinamização e organização deste congresso”, considera ainda.

O Congresso debateu o tema “Evidence-based policymaking: formulation, implementation and evaluation of policy”, excedendo as expetativas quanto ao número e notoriedade científica dos participantes, contando com mais de 50 sessões (paralelas, plenárias, especiais, workshops) e mais de 230 comunicações.

imprimir
tags
outras notícias