conteúdos
links
tags
Campus
Evento de 16 a 17 de maio, no Centro de Congressos de Lisboa
UA promove as competências de Economia do Mar UA na European Maritime Day 2019
European Maritime Day 2019 no Centro de Congressos de Lisboa
A UA estará representada no European Maritime Day 2019, de 16 a 17 de maio, no Centro de Congressos de Lisboa, participando em workshops e no espaço expositivo. Este é um evento internacional que visa fomentar o networking e o debate sobre negócios sustentáveis, nas várias vertentes do setor da Economia do Mar, sendo que o tema em foco é o empreendedorismo, a inovação e o investimento.

O European Maritime Day, que decorrerá em Portugal nos próximos dias 16 e 17 de maio, foca-se no empreendedorismo, na inovação e no investimento, e oferece um programa completo sobre várias temáticas relacionadas com a economia azul. Começando com uma sessão de abertura, a conferência oferece oito sessões abertas organizadas pela Comissão Europeia, centradas em várias iniciativas políticas estratégicas da UE para apoiar a economia azul sustentável da Europa. Durante o evento de dois dias, os participantes também podem assistir a 28 workshops temáticos de alta qualidade, elaborados e organizados por agentes marítimos e visitar o espaço expositivo onde estarão representadas perto de 100 entidades, nacionais e internacionais, ou ainda assistir às sessões de pitch, eventos paralelos e reuniões de negócios.

No que respeita aos workshops, o Centro de Estudos do Ambiente e do Mar (CESAM) organiza um dos workshops, a decorrer no primeiro dia do evento pelas 14h15 intitulado “Together for sustainable aquaculture”. Este workshop tem como objetivo identificar problemas comuns e soluções no contexto de cada um dos pilares principais que suportam uma aquacultura sustentável: Ciência, Economia, Sociedade e Ambiente. A presença do CESAM neste evento vai de encontro ao seu objetivo de promover o uso mais eficiente dos recursos ambientais aquáticos e uma economia mais competitiva, resiliente e sustentável.

Relativamente à presença no espaço expositivo, em particular, não haverá apresentação de protótipos, e dado o formato da feira e o tema em foco, “Market for Innovation and Entrepreneurship in the Blue Economy”, será dado destaque ao projeto integra@tec - Transferência de competências integradas e geradoras de inovação empresarial na Região Centro. É no âmbito deste projeto que a UA tem sido representada em cerca de 20 feiras de caracter técnico, mais de duas centenas de feiras no total, e no contexto do qual está neste momento a decorrer a fase das ações de demonstração de resultados I&D, entre as quais podemos salientar:

  • DEMO# 50 | Aumento da produtividade do cultivo de salicórnia por engenharia da rizosfera: inoculação com bactérias promotoras do crescimento
  • DEMO# 23 | Avaliação da eficácia e toxicidade de tintas anti-vegetativas
  • DEMO# 9 | Compactador doméstico de lixo
  • DEMO# 8 | Conceção e produção de pelóides para utilização para cosmética e de bem-estar
  • DEMO# 59 | Depuração de moluscos bivalves produzidos em zonas com classificação C
  • DEMO# 17 | Detecção e mitigação da corrosão dos materiais
  • DEMO# 35 | Dispositivo para avaliação do nível de proteção UV
  • DEMO# 20 | Espumas híbridas de metal e de nanocelulose leves multifuncionais
  • DEMO# 38 | Incorporação de nanomateriais para customização de termoplásticos reciclados para aplicações em fabrico aditivo
  • DEMO# 25 | Melhoria de processos de extracção utilizando a tecnologia de alta-pressão – Extracção das partes comestíveis de crustáceos e bivalves
  • DEMO# 14 | Muros sustentáveis para as marinhas de sal
  • DEMO# 37 | Processamento de resíduos poliméricos por rotomoldação
  • DEMO# 39 | Promoção de modelos de negocio circulares (I): Processamento de termoplásticos reciclados por moldação por injeção
  • DEMO# 40 | Promoção de modelos de negocio circulares (II): Processamento de termoplásticos reciclados por extrusão
  • DEMO# 41 | Promoção de modelos de negocio circulares (III): Processamento de compósitos termoplásticos reciclados por moldação por compressão
  • DEMO# 31 | Robótica e instrumentação marinha aplicada à aquicultura e à atividade portuária
  • DEMO# 3 | Secagem de macroalgas assistida por micro-ondas
  • DEMO# 54 | Sistema de Monitorização e Validação de Operações de Cargas Contentorizadas
  • DEMO# 19 | Sistema integrado de alta resolução para monotorização topográfica

O projeto integra@tec, coordenado pela uacoopera, reúne uma equipa multidisciplinar de 42 docentes, investigadores e técnicos da UA que visa potenciar o trabalho desenvolvido nas diferentes áreas de cooperação multidisciplinares e apoiar a transferência de conhecimento científico e tecnológico para o tecido empresarial e outras entidades. O seu objetivo é fomentar a inovação e a endogeneização dos resultados de I&D existentes, através da integração de conhecimentos e tecnologias, como resposta às necessidades dos setores “Soluções Industriais Sustentáveis” e “Valorização e uso eficiente dos recursos naturais endógenos”. Em ambos os setores, o integra@tec promoverá a transferência de conhecimento científico e tecnológico da UA, em áreas disciplinares distintas e de forma multidisciplinar, promovendo também as suas competências no desígnio da “Indústria 4.0” e possibilitando o acesso das entidades interessadas a seminários de inovação empresarial e a atividades de demonstração, estas últimas tendo como foco duas cadeias de valor, base dos projetos demonstradores integrados. Este esforço é cofinanciado pelo Centro 2020 – Programa Operacional Regional do Centro, através do FEDER – Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional. Para mais informações em relação ao projeto, os interessados internos e externos à UA devem contactar a uacoopera (uacoopera@ua.pt), ou aproveitar o EMD19.

Esta presença faz-se como parte da missão da estrutura de interface com o exterior, uacoopera, a qual pretende fomentar a ligação da Academia ao tecido empresarial do setor. Em cada um destes eventos são recolhidas interações, que depois são devidamente direcionadas aos investigadores e docentes da nossa Academia, procurando criar novas ligações ao exterior e potenciar projetos conjuntos que possam vir a estar na origem de soluções inovadoras e de valor acrescentado. Catarina Lemos, a gestora da área de cooperação multidisciplinar no sector da Economia do Mar da UA, considera que a presença nestes eventos é essencial: “São momentos em que todas as entidades estão relativamente descomprometidas e disponíveis para que possamos interagir e para que possamos transmitir as competências da UA nesta temática”.

imprimir