conteúdos
links
tags
Ensino e Formação
Formação em regime blended/e-Learning, à medida, individualizado e aberto em permanência
e-EXPECT: Estratégias Pedagógicas Ativas no Ensino Superior (à medida)
e-EXPECT: Estratégias Pedagógicas Ativas no Ensino Superior
A UNAVE promove a formação "e-EXPECT: Estratégias Pedagógicas Ativas no Ensino Superior (à medida)". A formação decorre em regime blended/e-Learning, à medida, individualizado e aberto em permanência. Inscreva-se!

fundamentação

Apesar de parecer que o Processo de Bolonha já está enraizado na cultura e nos costumes pedagógicos da comunidade do Ensino Superior, nos últimos anos já pouco se tem refletido, publicamente, sobre o impacto pedagógico de Bolonha no Ensino Superior. No entanto, está patente no último Comunicado ministerial a importância da implementação de estratégias pedagógicas centradas no estudante, pois estas não só têm impacto em termos individuais na promoção da mobilidade social, mas também no desenvolvimento de competências de aprendizagem ao longo da vida. Recorde-se:

(…) the further development and full implementation of student-centred learning and open education in the context of lifelong learning. Study programmes that provide diverse learning methods and flexible learning can foster social mobility and continuous professional development whilst enabling learners to access and complete higher education at any stage of their lives (Comunicado de Paris, 2018, p.3).

Podemos então questionar: que estratégias pedagógicas são colocadas em prática ou podem vir a ser colocadas em prática para otimizar os processos de ensino e aprendizagem no Ensino Superior, assim como o desenvolvimento profissional do docente?

A par de momentos mais transmissivos da informações e conhecimento por parte do docente, assumimos que deve haver espaço na sala de aula do Ensino Superior para o estudante ‘fazer coisas’ (Bamber et al., 2009; Gibbs, 1981). Investigação neste domínio tem demonstrado que a utilização de estratégias pedagógicas ativas tende a promover a motivação dos estudantes, o seu envolvimento nas mais diversas atividades propostas, a sua responsabilização, retenção, progressão e sucesso académico, para além do desenvolvimento de competências disciplinares e transversais (Biggs & Tang, 2011; Kuh, 2016; Ramsden, 2003).

Apesar de estarem subjacentes a esta formação determinadas preocupações de cariz teórico, o enfoque está colocado na otimização da prática docente, em termos de estratégias pedagógicas ativas que, da nossa perspetiva, deveriam ser usadas com mais frequência pelos docentes do Ensino Superior.

objetivos gerais

– Promover a reflexão sobre a prática pedagógica dos docentes do Ensino Superior (Universitário e Politécnico), principalmente em termos de estratégias de ensino e aprendizagem que costumam usar;

– Estimular uma postura reflexiva e questionadora sobre a prática pedagógica dos docentes do Ensino Superior, nomeadamente em termos de estratégias de ensino e aprendizagem ativas que poderão vir a explorar no futuro;

– Analisar ideias e casos de práticas, provenientes da literatura e práticas inter/nacional, que operacionalizem estratégias pedagógicas ativas diversas e em várias áreas disciplinares;

– Desenhar e partilhar cenários pedagógicos que poderão ser colocados em prática por cada participante.

destinatários

Docentes de qualquer domínio científico do Ensino Superior Universitário e/ou Politécnico.

requisitos

– Conhecimentos básicos de informática na ótica do utilizador em ambiente Windows ou MacOs;

– Computador com ligação à Internet;

– Disponibilidade semanal de 5 horas (aproximadamente).

conteúdos programáticos

Cada formando/a tem de escolher 3 temas, de acordo com a sua preferência. Cada tema corresponde a uma semana e tem a duração de 5 horas. A quarta semana será mais flexível como descrito na secção ‘metodologia’. Consulte o Programa.

coordenadora e formadora

A coordenação científico-pedagógica é da responsabilidade da Professora Doutora Lucília Santos, Professora Associada da Universidade de Aveiro.

A  formação está a cargo de Ana Vitória Baptista, licenciada em Línguas e Literaturas Modernas (Estudos Portugueses) pela Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra (2005). Desde cedo demonstrou um particular interesse por questões pedagógicas, o que a conduzir?a tirar Mestrado em Ciências da Educação na Universidade de Aveiro, concluído em abril de 2009. Prosseguiu para Doutoramento, tendo defendido a sua tese sobre a qualidade do processo de supervisão da investigação doutoral, em finais de maio de 2013. O júri foi unânime e foi aprovada com distinção e louvor. Atualmente, está a trabalhar na reputada instituição Queen Mary University of London como Learning Advisor na equipa de Learning Development: http://www.learningdevelopment.qmul.ac.uk

Ver curso

Para mais informações contactar:

Helena Soares

helena.soares@ua.pt

tlf.: 234 370 833

fax: 234 370 835

UNAVE - Associação para a Formação Profissional e Investigação da Universidade de Aveiro

Edifício 1

Campus Universitário de Santiago

3810-193 Aveiro

imprimir
tags
outras notícias