conteúdos
links
tags
Conferências
15 de março, às 16h30, no Anfiteatro João Branco (DeCA)
"Interpretação musical como hermenêutica da música" por Luciano Morais
Luciano Morais fala sobre interpretação musical como hermenêutica da música
Decorre, no dia 15 de março, às 16h30, no Anfiteatro João Branco (DeCA) uma nova edição do ciclo CIRC_ Ciclo de Recitais Conferência em Investigação Artística, com Luciano Morais, intitulada "Interpretação musical como hermenêutica da música". Entrada livre.

O encontro promove um curto recital acompanhado de uma conferência sobre a tese de doutoramento de Luciano Morais, “Interpretação Musical Como Hermenêutica da Música”.

A filosofia esteve sempre em aberto diálogo com as artes. No entanto, com a hermenêutica de Hans Georg-Gadamer, abre-se um novo flanco de discussão sobre valor e propósito artístico, pois para o autor coloca-se o problema da compreensão a partir do fenómeno da arte, que tem sua própria proposição de verdade. A forma como essa filosofia fornece método e processo para o pensamento interpretativo foi investigada, tendo como pressuposto que o fenómeno da compreensão atinge desde uma simples leitura de partitura até à sofisticação final de uma interpretação formalizada em diálogo com uma (hoje, bastante longa) tradição interpretativa.

Luciano Morais

Luciano Morais é violonista e professor, é pós-doutor em música pela Universidade de São Paulo (Brasil) e tem larga experiência no ensino da interpretação musical, do nível iniciante ao superior. Foi aluno de Altamiro Fonseca (teoria musical), Graça Lima (violão) e Edelton Gloeden, seu orientador do bacharelado ao pós-doutorado.

Foi professor de violão do projeto Guri Santamarcelina (2009-2013) e trabalhou com as disciplinas História da Música, Música de Câmara, Linguagem e Estruturação Musical nas universidades Unicsul (2002-2009) e Faculdade Carlos Gomes (2012-2015). É colaborador frequente no Festival Internacional de Violão Leo Brouwer, desde sua primeira edição em 2008, como camerista, palestrante e assistente de direção artística.

Participa anualmente de congressos e simpósios acadêmicos de música, onde reúne sua experiência artística e teórica em trabalhos voltados para a investigação filosófica dos processos de compreensão musical. Apresenta-se com regularidade em espaços da cidade de São Paulo e nas principais capitais brasileiras. Estreou obras de Maurício de Bonis, Rodrigo Lima, Eduardo Fernandez e Stephen Goss. Foi jurado de concursos de violão, como a edição brasileira do Concurso Bach da Fundação Hermann Hauser, Concurso Vital Medeiros e Musicális. De 2013 a 2017 foi professor substituto de violão na UNESP, onde colaborou também com aulas de música de câmara.

Ciclo de Recitais Conferência em Investigação Artística

O CIRC - Ciclo de Recitais Conferência em Investigação Artística insere-se nas atividades do grupo de investigação Criação, Performance e Investigação Artística do INET-md - Instituto de Etnomusicologia - Centro de Estudos em Música e Dança.

imprimir
tags
ficheiros associados
evento relacionado
 
outras notícias