conteúdos
links
tags
Distinções
Investigadora prepara-se para trabalhar no Parque Nacional das Quirimbas
National Geographic concede Bolsa Early Career a Joana Pereira
Joana Pereira prepara-se para remar até Moçambique
Com um projeto que tem o Parque Nacional das Quirimbas como destino, Joana Pereira ganhou uma Bolsa Early Career da National Geographic Society. A estudante do Programa Doutoral em Biologia e Ecologia das Alterações Globais, prepara-se para estudar formas de minimizar os conflitos entre as comunidades e a vida selvagem existente naquela área protegida do nordeste moçambicano.

“O meu projecto consiste em perceber os contextos sociais e ecológicos dos conflictos existentes entre humanos e vida silvestre no Parque Nacional das Quirimbas, em Moçambique, e definir medidas de mitigação e gestão dos mesmos. O objectivo é trabalhar em conjunto com as populações residentes no Parque e responder às suas necessidades quanto a esta problemática”, explica a estudante do programa doutoral dado em parceria entre as universidades de Aveiro e Lisboa. 

Os resultados da candidatura para esta bolsa foram revelados recentemente. A estudante doutoral Joana Pereira foi informada que lhe tinha sido concedida a respetiva bolsa da National Geographicic para o financiamento do seu projeto de doutoramento que tem como orientadores Luís Miguel Rosalino, do Departamento de Biologia Animal da Universidade de Lisboa, Carlos Fonseca, do Departamento de Biologia da Universidade de Aveiro, e Seth Wilson, da Universidade de Montana (EUA). 

Após o tempo de estadia em Moçambique e fim do projeto, Joana Pereira pretende, se possível, escrever um plano com recomendações para diminuir os conflitos existentes, de modo a que os administradores do Parque possam adoptar algumas medidas e melhorar a coexistência entre as comunidades locais e a vida selvagem. 

O projeto inserido no Programa Doutoral em Biologia e Ecologia das Alterações Globais estende-se até 2022, já o financiamento da Bolsa Early Career, para pôr em prática a investigação no terreno, termina em 2020.

imprimir
tags
outras notícias