conteúdos
links
tags
Entrevistas
Pessoas UA: Susana Valente é técnica superior e trabalha nos Serviços de Gestão de Recursos Humanos e Financeiros
"Cuido, alimento e passeio-os! Mudo-lhes o destino. E quando consigo, fico feliz!"
Susana Valente
A sua grande paixão são os animais, dedica a maior parte do seu tempo a cuidar destes seres indefesos. Desde o resgate até à adoção, Susana Valente não desiste e garante ficar realizada e feliz por saber que está a contribuir para a felicidade de um amigo de quatro patas. É natural da Murtosa, adora passar férias na bela praia da Torreira e mora em Santa Joana, Aveiro. Está há 17 anos nos Serviços de Gestão de Recursos Humanos e Financeiros (SGRHF) na área de Projetos da Universidade de Aveiro (UA). É uma pessoa bem-disposta, alegre e com um grande coração!

Há quanto tempo trabalha na UA?

Estou na UA há quase 25 anos. Comecei pelos Serviços Académicos/Pós-Graduação e desde 2002 estou nos Serviços de Gestão de Recursos Humanos e Financeiros na área de Projetos. Gosto do que faço, bem como do ambiente de trabalho que tenho. Sou uma privilegiada!

Que funções desempenha?

Faço a prestação de contas ao financiador dos projetos de investigação, estudos financeiros de apoio aos Departamentos e Reitoria e acompanhamento de auditorias aos respetivos projetos.

Quais as características que definem a sua personalidade?

Sou uma pessoa alegre, de gargalhada fácil, simples, responsável e amiga.

Se tivesse a oportunidade de escolher outra profissão qual seria?

Gostaria de ser uma veterinária rica para ser uma rica veterinária e oferecer a prestação de cuidados médicos a todos os animais abandonados.

O que faz nos seus tempos livres?

O meu tempo livre é 99% ocupado com uma das minhas duas paixões: faço de uma forma assídua, há cerca de 10 anos, voluntariado em Abrigos de Animais Abandonados. Desde há 3 anos, no Abrigo Quintã do Loureiro, cuja manutenção e sobrevivência está a cargo da Associação Animais de Aveiro (AMA). Além de participar em feiras e recolhas, todos os domingos faço a limpeza do Abrigo, juntamente com a minha filha e outros fantásticos voluntários.

descrição para leitores de ecrã
Susana participa em angariações de donativos, caminhadas, entre outras atividades. Tudo em prol dos animais
descrição para leitores de ecrã
Workshop sobre "A adoção de um animal" - desde o comportamento, a alimentação, higiene e outros cuidados a ter

O que a fascina nessas atividades?

Tudo! Desde o cuidar, alimentar, passear, enfim, salvar as vidas destes seres indefesos! Mudar-lhes o destino. E quando consigo, fico feliz!  

descrição para leitores de ecrã
Susana no Abrigo com o "Barbas" que está todo "derretido"! Percebe-se a felicidade descrita nesta foto

O facto de ser voluntária e apoiar a causa animal, sente que é outra pessoa que até então não era?

Sim, sou uma pessoa mais feliz e mais completa porque recebo mais do que aquilo que dou!

descrição para leitores de ecrã
Susana na foto da esquerda com a "Flôr" uma cadela abandonada extremamente magra que foi resgatada e que teve uma adoção 5 estrelas. Na foto da direita numa caminhada solidária realizada pela Apado Ovar

Que conselho dá a quem ler a sua entrevista?

Gostaria que todas as pessoas fizessem pelo menos, uma vez por mês, voluntariado. Seja com animais, crianças, idosos, entre outros.

Assim que fecho a porta do Abrigo todos os domingos, após o voluntariado, sinto uma alegria interior e muita tranquilidade. Sei que vou ter uma semana plena. Experimentem!

Recebem muitas visitas no Abrigo?

Sim. Nestas visitas oferecem-nos ração, há grupos que colaboram nas limpezas e outros passeiam os meninos. É bom ver que a sociedade está a mudar... está mais solidária!

descrição para leitores de ecrã
O Abrigo Quintã do Loureiro recebe sempre muitas visitas, desde estudantes da UA (nesta foto "Erasmus Student Network Aveiro"), diversas escolas da região (infantários, escolas primárias e secundárias)
descrição para leitores de ecrã
Visita do Centro Comunitário da Gafanha do Carmo
descrição para leitores de ecrã
Mais uma visita, desta vez um grupo de Escuteiros de Oliveirinha - Agrupamento 1334
descrição para leitores de ecrã
II Encontro Nacional de Estudantes de Medicina Veterinária

Há algum momento, história ou experiência que queira partilhar que a tenha marcado de alguma forma?

Tenho muitas histórias, umas muito tristes, outras muito felizes. Talvez prefira contar uma das mais engraçadas.

Durante anos alimentei dois cães na minha rua, que também eram alimentados por outras pessoas. Tomavam o pequeno almoço numa padaria, almoçavam a meio do caminho e jantavam em minha casa (todos os dias percorriam cerca de 6km). Um dia, à hora de jantar, só apareceu um e achei estranho. É claro que "perguntei" onde estava o outro patudo… E o Kiko, respondendo com latidos e movimentos do corpo, "obrigou-me" a levá-lo de carro até à padaria! Sim! Mandou-me parar o carro em frente à padaria! Abri-lhe a porta, toquei à campainha e, numa fala comprometida, disse ao padeiro: "este menino está a tentar comunicar algo" … E não é que o grande amigo estava preso na arrecadação?! É claro que, enquanto estava a falar com o padeiro, os meninos entraram no carro e ficaram à minha espera para regressarem a casa e receberem o merecido jantar! Grande lição de AMOR! 

Que sonho gostaria de ver realizado?

Em 2013 concorri ao Concurso BES Realize o seu Sonho, tendo sido apurada para a terceira fase (penúltima) com o projeto “Velhos Amigos - A solidão e o abandono a que estão sujeitos os idosos e os animais”. Dar a oportunidade a idosos e a animais de criarem laços de amizade, quebrarem os sentimentos de solidão e abandono e partilharem projetos e momentos para benefício mútuo, é um dos meus grandes sonhos. Digo sempre que tenho duas paixões: cães e “velhinhos”!

descrição para leitores de ecrã
Susana conseguiu concretizar um dos seus sonhos. A Construção do Abrigo Quintã do Loureiro. Construído em 3 meses, apenas com a colaboração de Voluntários.

Há fotografias de cães no seu gabinete quem são?

São dos primeiros meninos com quem fiz voluntariado: a Lorena, o Resmungão, a Leninha e a Meg. Por incrível que pareça, estas fotos estão no meu gabinete há cerca de 7 anos e ainda estão todos no Abrigo. Dá que pensar...

Porquê este amor a animais e a pessoas mais velhas? 

São ambos sujeitos a muito abandono e desprezo. Tal como qualquer um de nós merecem atenção, amor e carinho.

De que mais sente saudades?

Ainda não sinto saudades … enquanto sorrir, é bom sinal!

Um dia vou…

Um dia vou construir um lar de idosos, onde cada utente seja acompanhado 24h por um animal de estimação (quando me reformar, aos 55 anos…)

________________________________________________________________________

A série #PessoasUA pretende mostrar as estórias e vivências das pessoas que fazem a comunidade UA. Se conhece alguém que deva estar aqui retratado, envie-nos uma mensagem para noticias@ua.pt com as suas dicas.

imprimir
tags
outras notícias