conteúdos
links
tags
Cultura
Exposições patentes na Livraria Lello, no Porto
Mostras "A Severa" e "As primeiras expedições de gravação em Portugal” patentes até 6 de março
Mostras com peças do acervo da UA patentes até 6 de março na Livraria Lello
Duas mostras com base no património musicológico da UA estão patentes na Livraria Lello, no Porto, até dia 6 de março: “A Severa Que Vocês Não Viram” e “Porto 1900: as primeiras expedições de gravação em Portugal”. As mostras desvendam pela primeira vez ao grande público peças dos acervos museológicos da UA associados ao primeiro fonofilme português acerca da Severa, figura mítica do fado português, e mostra também os primeiros discos de goma laca gravados no Porto em 1900. Inicialmente com encerramento previsto para 28 de fevereiro, o período de exibição foi alargado para 6 de março.

Com curadoria dos Serviços de Biblioteca, Informação Documental e Museologia e suporte científico de vários docentes do INET-MD (Instituto de Etnomusicologia, Centro de estudos de Música e Dança - Pólo de Aveiro) e do Departamento de Comunicação e Arte, estas mostras da UA inauguraram a 13 de janeiro, no âmbito do programa de comemorações dos 113 anos da Livraria Lello.

_ Mostra “A Severa que vocês não Viram” 

A UA desvenda um pouco dos bastidores da gravação musical e cénica do que é considerado o primeiro fonofilme de realização portuguesa “A Severa”, de Leitão de Barros (1931), dedicado à hipotética biografia de uma figura central da história do fado em Portugal - Maria Severa Onofriana.

Através de um conjunto de peças do acervo do compositor e maestro Frederico de Freitas (1902-1980), que integra partituras, discos, fotografias, e outros documentos originais, destaca-se a importância do filme na construção de um reportório que se emancipou do compositor, Frederico de Freitas, e que foi apropriado como património cultural e de memória, no quadro da música popular portuguesa.

descrição para leitores de ecrã
Aplicação mobile "A Severa de Bolso" disponível no Google Play, para Android.

Esta mostra é complementada pela aplicação mobile “Severa de Bolso” que possibilita a interação com esse universo. esta aplicação está disponível na Google Play, para android, em https://goo.gl/8hqb81.

Inclui também a apresentação do cartaz original do filme, cedido pela Cinemateca Portuguesa.

_ Mostra “Porto 1900: as primeiras expedições de gravação em Portugal”

Berliners de 7’’ é a designação pela qual são conhecidos os discos de goma-laca que foram gravados no Porto, em 1900 por William Sinkler Darby, aquando da sua deslocação a Portugal para divulgar o gramofone de Emile Berliner, numa das primeiras expedições para gravação de discos de 78 r.p.m. de repertório português.

Sabe-se que pelo menos 29 destas gravações seriam de fado. Poucos são os exemplares que ainda existem. Nesta mostra apresentam-se quatro discos Berliner e outros discos que apresentam gravações seguintes efetuadas no Porto. Trata-se de exemplares da Coleção José Moças, património da UA, que integram o acervo do Museu desta Universidade, sendo alvo de investigação e divulgação.

imprimir
tags
veja também
 
evento relacionado
 
outras notícias