conteúdos
links
tags
Divulgação de Ciência
Dia 14 de junho, às 21h30, na Fábrica Centro Ciência Viva de Aveiro
Conversa com o astrónomo Rui Agostinho sobre a medição problemática da deflexão da luz no eclipse solar de 1919
Conversa com o astrónomo Rui Agostinho sobre a medição problemática da deflexão da luz no eclipse solar de 1919
O astrónomo Rui Agostinho, da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, é o próximo convidado do Ciclo de Cafés de Ciência “Há estrelas na Fábrica”. Nesta sessão marcada para o dia 14 de junho, às 21h30, na Fábrica Centro Ciência Viva de Aveiro, serão abordadas as medições da deflexão da luz no campo gravítico do sol, relativas ao eclipse total de 1919, observado na ilha do Príncipe e no Sobral (Brasil). A entrada no evento é livre.

Para além do enquadramento histórico científico, serão discutidos os diversos fatores na observação astronómica que tornam estas medições difíceis, e a desconfiança que gerou com alguns dos resultados, porque eram mais compatíveis com a física newtoniana do que com a relativista

“Há estrelas na Fábrica” é um ciclo de conversas inteiramente dedicado à Astronomia e reúne um conjunto de convidados de excelência. Decorre até julho, na terceira sexta-feira de cada mês.

PROGRAMA:

19 out ’18 | Astrobiologia – Origem e procura de vida no sistema solar

Zita Martins, Departamento de Engenharia Química do Instituto Superior Técnico

 

16 nov ’18 | Astronomia e o clima na Terra

Alexandre Correia, Departamento de Física da Universidade de Coimbra

 

4 jan ‘19 | A Estrela de Belém

Rui Agostinho, Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa

 

15 fev ’19 | Planetas para além do sistema solar

Daniel F. M. Folha, Diretor Executivo do Planetário do Porto - Centro Ciência Viva e Centro de Astrofísica da Universidade do Porto

 

15 mar ’19 | Nos bastidores da fotografia astronómica - Desafios e aventuras

Miguel Claro, Astrofotógrafo do Dark Sky Alqueva

 

12 abr ’19 | De que é feito o Universo?

José Matos, Astrónomo

 

17 maio ’19 | O eclipse total do Sol de maio de 1919: cem anos depois

Máximo Ferreira, Diretor do Centro Ciência Viva de Constância

 

14 jun ’19 | A medição problemática da deflexão da luz no eclipse solar de 1919

Rui Agostinho, Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa

 

19 jul ’19 | Da Terra à Lua - 50 anos

José Matos, Astrónomo 

imprimir
tags
evento relacionado
 
outras notícias