conteúdos
links
tags
Investigação
LIFE PAYT arranca a 1 de setembro de 2016 e tem duração de três anos
Aprovado projeto LIFE para reduzir os resíduos no Sul da Europa
Foto de Pawel Czerwinski-Unsplash
Foi aprovado pela Comissão Europeia, em junho de 2016, o projeto “LIFE PAYT – Ferramenta para Reduzir Resíduos no Sul da Europa”, no qual a Universidade de Aveiro (UA) é um dos parceiros envolvidos, através da sua Plataforma Tecnológica Connected Communities/Comunidades Inteligentes, com responsabilidades na área das tecnologias de informação e da Internet of Things. Por parte da UA, a coordenação científica está a cargo do Professor Rui Aguiar e a coordenação técnica a cargo do Professor João Paulo Barraca.

O Projeto LIFE PAYT visa implementar e testar um modelo integrado, eficiente e altamente replicável de tarifação de resíduos, denominado PAYT (pay-as-you-throw), em cinco municípios do sul da Europa: Aveiro, Condeixa-a-Nova, Larnaka (Chipre), Lisboa e Vrilissia (Grécia). O projeto LIFE PAYT promoverá a adoção de práticas de prevenção e separação dos resíduos, fomentando a recolha seletiva, pretendendo mudar as estratégias e ser mais justo para o consumidor e comerciante. Desta forma, o sistema ambiciona reduzir os custos com a recolha e tratamento de resíduos por parte das autarquias, contribuindo para uma maior sustentabilidade ambiental e económica.

Genericamente, o projeto tem quatro objetivos principais, nomeadamente, reduzir o desperdício de resíduos de habitações e comércio, aumentar as taxas de reciclagem de resíduos de embalagens, demonstrar que o PAYT é fiável, fomentando mudanças ao nível dos decisores locais, que contribuam para a implementação de objetivos e estratégias ambientais da União Europeia e, por último, promover a replicação do conceito para outros municípios/regiões do sul da Europa. Para alcançar estes objetivos, o projeto irá usar estratégias para associar os produtores de resíduos à quantidade de resíduos que são deitados fora, tentando ser pioneiro na conceção de um PAYT que aumente a sustentabilidade.

Importa referir que o projeto apresenta um orçamento total de 2.517.571€, sendo este esforço cofinanciado pelo Programa LIFE da União Europeia. O arranque do LIFE PAYT está previsto para 1 de setembro de 2016 e tem prevista uma duração de três anos.

Para além da Universidade de Aveiro como parceiro e do Politécnico de Coimbra que lidera o consórcio, o projeto inclui mais seis parceiros: Câmara Municipal de Aveiro, Câmara Municipal de Lisboa, Câmara Municipal de Condeixa-a-Nova, Câmara Municipal de Larnaka (Chipre), Câmara Municipal de Vrilissia (Grécia) e Universidade Técnica Nacional de Atenas (Grécia).

Para mais informações consultar: http://www.life-payt.eu/pt/.

imprimir
tags
outras notícias