conteúdos
links
tags
Divulgação de Ciência
Academia de Verão 2018
Vinte e cinco programas científicos despertam vocações e abrem janela para o futuro
Academia de Verão 2018
Economista? Engenheiro mecânico? Físico? Engenheiro químico? Designer? Ou Engenheiro civil? Descobrir vocações é um dos principais objetivos da Academia de Verão da UA, mas não só. Os 25 programas científicos cuidadosamente preparados para os cerca de 500 alunos do ensino básico e secundário que por cá vão passar durante estas duas semanas permitem adquirir novos conhecimentos e conhecer como é que a ciência e a tecnologia estão a "desenhar" o mundo de amanhã.

A “Academia Júnior” vai convidar os alunos do 5.º ao 9.º a explorar a diversidade biológica, linguística, psicossocial e cultural (BLPC), através do programa C1, e a conhecer o campus universitário, através de atividades lúdicas e de desafios que vão colocar os seus conhecimentos de Línguas e Matemática à prova, no programa C2.

Para os alunos do 7.º, 8.º e 9.º anos foram preparados cinco programas. O programa A1 que vai mostrar como funcionam e quais são as aplicações dos materiais que se escondem nas tecnologias que revolucionaram as comunicações, as energias renováveis e a saúde; e os programas A2 e A3 que vão desafiar os participantes a perceber como é que é, através de jogos e atividades. Os programas A4 e A5 vão fazê-los calçar as botas, pôr o capacete e meter as mãos à obra como um verdadeiro engenheiro civil e perceber, também, como é que as praias se comportam ao longo dos tempos.

Os estudantes do 10, 11º e 12º anos vão dividir-se por dezoito programas. Ao longo da semana, os futuros doutores vão conhecer os vários grupos de organismos vivos; perceber a importância da biomedicina molecular; e adquirir conhecimentos de computação gráfica, realidade virtual e robótica móvel. Ser fotógrafos, animadores ou astronautas em cenários chroma key; percorrer as várias abordagens e aplicações da Matemática; explorar a versatilidade de ação da engenharia mecânica nos tempos modernos; conhecer diversas práticas clínicas; e aprender a recolher amostras de água, solo e de peixe são as outras propostas.

Haverá tempo, ainda, para várias atividades que abordam a influência da Engenharia Biomédica na nossa qualidade de vida, as aplicações dos biomateriais, os vários grupos de organismos vivos e a importância das línguas, da arte e da cultura.

Os futuros universitários vão ser desafiados, igualmente, a colocar a sua criatividade em ação na concretização de um projeto de design, a aprender a programar, a desenvolver um projeto de investigação com base em aplicações computacionais e a aplicar as suas competências empresariais. São convidados, ainda a vestir a bata, colocar os óculos e a viver o dia a dia de um químico, bioquímico, biotecnólogo ou engenheiro químico e a “ouvir cenas de física, mais velhas ou acabadinhas de descobrir”.

Todos estes programas são coordenados cientificamente pelos vários Departamentos da UA, pela Escola Superior de Aveiro Norte e a Escola Superior de Saúde da Universidade de Aveiro e pelo Laboratório Central de Análises.

Os departamentos de Física (DFis), Comunicação e Arte (DeCA) e de Economia, Gestão, Engenharia Industrial e Turismo (DEGEIT) são três dos 15 departamentos envolvidos. João Dias, Gonçalo Gomes e Andreia Vitória explicam em que é que consistem os programas por eles oferecidos.

João Dias, Departamento de Física

Gonçalo Gomes, Departamento de Comunicação e Arte

Andreia Vitória, Departamento de Economia, Gestão, Engenharia Industrial e Turismo

Paralelamente à componente científica, as cinco centenas de participantes têm aqui a oportunidade de criar laços e de fazer amigos, participar nas mais incríveis atividades desportivas, culturais e de lazer, que se estendem para lá do campus, com visitas pela cidade e passeios na Ria de Aveiro, filmes, tertúlias, passeios e festas, e de colocar em prática a sua vocação solidária, através da “Academia Solidária”, este ano a favor da Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental de Aveiro (APPACDM), que tem como missão a promoção da autonomia e bem-estar das pessoas com deficiências ou incapacidades.

Todas as atividades da Academia de Verão estão disponíveis em http://www.ua.pt/academiadeverao/2018/entrada, podendo ser acompanhadas diariamente em https://www.facebook.com/academiadeverao.

imprimir
tags
veja também
 
outras notícias