conteúdos
links
tags
Campus
Bolsa de mérito desportivo já beneficiou quase 200 estudantes
Conquistas desportivas dos estudantes da UA valem isenções e reduções de propinas
A equipa da UA bicampeã nacional de futebol de praia desta temporada vai receber a bolsa de mérito desportivo
A Universidade de Aveiro (UA) atribui bolsas de mérito aos estudantes que se destaquem no desporto e que tenham sucesso académico. Os prémios, dependendo dos resultados desportivos alcançados, podem ir da isenção total ou parcial no pagamento de propinas até, caso o estudante participe nos Jogos Olímpicos, ao pagamento de uma bolsa de valor equivalente a 1,5 vezes o valor da propina nacional.

“A UA é uma instituição de reconhecida capacidade científica, pedagógica e inclusiva que aposta em atividades enriquecedoras de competências transversais para promover o ensino superior de excelência. Nesse aspeto, o desporto é um fator integrador de diferentes nacionalidades e culturas”, aponta Manuel Senos Matias, Pró-reitor para a área desportiva. O “enraizamento de valores desportivos, como o rigor, a igualdade, a transparência e a compreensão do sucesso como transitório e do insucesso como importante momento de aprendizagem” é uma aposta da UA.

O regulamento das bolsas de mérito desportivo da academia de Aveiro abrange todos os estudantes que, estando inscritos a tempo integral e tendo obtido aproveitamento escolar, consigam alcançar o pódio nas Universíadas, nos Campeonatos Mundiais Universitários ou nos Campeonatos Europeus Universitários. Em caso de medalhas nestas competições, os estudantes ficam isentos do pagamento da propina.  Já nos Campeonatos Nacionais Universitários, os estudantes que alcancem o primeiro, o segundo ou o terceiro lugar receberão, respetivamente, uma bolsa no valor de 50, 30 ou 15 por cento do valor integral da propina.

A participação nos Jogos Olímpicos (com bolsa de valor equivalente a 1,5 vezes o valor da propina), em Campeonatos do Mundo (valor da propina) ou da Europa (80 por cento do valor da propina) ou a representação do país com as cores da seleção portuguesa (50 por cento do valor da propina) em competições oficiais vale também aos estudantes o reconhecimento pelo regulamento.  Da mesma forma, ser campeão nacional em alguma das modalidades federadas passa a significar que o estudante recebe 30 por cento do valor da propina.

Criadas em 2016, as bolsas de mérito desportivo já foram entregues a quase duas centenas de estudantes que deram o litro nos treinos, que lutaram pelas cores da UA, dos clubes desportivos ou da seleção nacional, que conquistaram títulos nacionais e internacionais e que tiveram sucesso académico.

 

imprimir
tags
outras notícias