conteúdos
links
tags
Campus
Esclarecimento da Reitoria da UA sobre o comunicado do anúncio de estágio curricular
UA distinguida pela autarquia de Ílhavo
A Universidade de Aveiro (UA) possui uma política de escrupuloso respeito pelos direitos laborais e, além de tal, advoga a melhoria contínua das condições de trabalho. Tal tem reflexos internos, na UA, e é ainda transposto, como exemplo, para com aqueles que se relacionam com a UA.

Esclarecemos que o caso específico agora referido pelo Bloco de Esquerda se trata de um Estágio Curricular (e, portanto, do ponto de vista legal, para o qual nem é exigível haver lugar a remuneração mensal). Daí a indicação no anúncio em causa se requerer como requisito mínimo o de “estudante”. Em todo o caso, a entidade proponente optou por também selecionar no formulário do anúncio outras possibilidades (como aquela de licenciado), não se devendo depreender de tal que na livre opção que lhe assiste em recrutar num nível superior ao de “estudante” a remuneração será aquela anunciada para o nível inferior. Para obviar interpretações erróneas como aquela que nos parece ter acontecido, o anúncio em causa já foi limitado à habilitação de “Estudante / Finalista”.

Aproveitamos o ensejo para mencionar que a Universidade possui uma política de abertura a toda a comunidade, interna e externa, que lhe permite esclarecer de forma transparente e o mais direta possível quaisquer dúvidas sobre as ações ou portais geridos pela UA. Em face de tal, no caso específico em apreço, a Universidade de Aveiro lamenta não ter havido algum anterior contacto sobre o assunto específico de cima, designadamente por parte dos Srs. deputados Moisés Ferreira e Luís Monteiro

imprimir