conteúdos
links
tags
Distinções
VII edição do Prémio Aldónio Gomes (2018) na categoria de novela / conto
Prémio Literário Aldónio Gomes distingue obra de jovem brasileiro Paulo Cunha
Paulo Renato Souza Cunha
Paulo Renato Souza Cunha (com pseudónimo de Álvaro Lima), autor da novela Paraquedas - um ensaio filosófico é o vencedor da VII edição do Prémio Aldónio Gomes, promovido pelo Departamento de Línguas e Culturas e pela Reitoria da Universidade de Aveiro.

Paulo Renato Souza Cunha mora em Brasília, Distrito Federal. Estudou russo na cidade de São Petersburgo em 2009. Depois de terminar o curso de Jornalismo, decidiu dedicar-se à literatura. Venceu o Prémio Cidade de Belo Horizonte 2012 com o livro de contos Quando termina, escrito em coautoria com o professor da Universidade de Brasília Paulo Paniago. Atualmente, está a trabalhar no manuscrito de O tumulto das nuvens. Além de romancista, é poeta, dramaturgo, fotógrafo e músico.

 

Prémio em honra do pedagogo e divulgador Aldónio Gomes

Com o intuito de estimular a criação literária e a revelação de novos autores, a Universidade de Aveiro (UA), através do Departamento de Línguas e Culturas e da Reitoria, decidiu instituir, sob proposta da aluna Célia Alves Resende de Bastos, um Prémio Literário, que viria a receber o nome de Aldónio Gomes, com o intuito de honrar a memória deste insigne pedagogo e grande estudioso e divulgador da língua portuguesa e das Literaturas Africanas de Língua Portuguesa, cujo espólio foi doado à academia aveirense.

Em cada ano, o Prémio é dedicado a um género literário diferente e o seu vencedor anunciado a 22 de maio, dia em que se assinala o dia Autor Português.

imprimir
tags
outras notícias