conteúdos
links
tags
Entrevistas
Professora UA – Celeste Eusébio, Departamento de Economia, Gestão, Engenharia Industrial e Turismo
Se o futuro está no Turismo, o presente está na UA
Celeste Eusébio
Planear e gerir. Estes são os dois domínios fundamentais para o sucesso de qualquer atividade turística e que são fortemente cultivados entre os estudantes da Licenciatura em Turismo da Universidade de Aveiro (UA). A garantia é da diretora do curso, Celeste Eusébio, que repete constantemente aos alunos: “sejam solidários e cooperantes, não desistam dos vossos sonhos e acreditem nas vossas capacidades”.

Professora há 22 anos no Departamento de Economia, Gestão, Engenharia Industrial e Turismo (DEGEIT), onde dirige a Licenciatura em Turismo, investigadora da unidade de investigação – Governança, Competitividade e Políticas Públicas, Celeste Eusébio é licenciada em Gestão e Planeamento em Turismo pela UA, mestre em Economia pela Universidade de Coimbra e doutora em Turismo também pela Academia de Aveiro.

Os interesses de investigação de Celeste Eusébio incluem temáticas relacionadas com economia do turismo, impactes do turismo, previsão da procura turística, comportamento do consumidor em turismo, turismo acessível e turismo social.

Como define um bom professor?

Na minha opinião um bom professor terá que possuir várias competências técnicas e pessoais, nomeadamente: (i) dominar os conteúdos lecionados (ii) ter sentido de humor e ter capacidade de aprender com os outros e com os seus próprios erros; (iii) ser detentor de uma grande capacidade de comunicação e de relacionamento interpessoal; e (iv) estar atento às características de cada aluno, às suas angústias e preocupações, promovendo a sua capacidade crítica e autoestima.

Quanto ao segredo, na minha opinião não existirá apenas um segredo, mas sim vários segredos. O desafio de cada um de nós é tentar encontrar esses segredos, de forma a que consigamos melhorar todos os dias.

O que mais a fascina no ensino?

Na minha opinião o ensino é uma atividade muito complexa, mas ao mesmo tempo muito desafiante. O que mais me fascina nesta profissão é o facto de nos sentirmos ativos e de estarmos sempre a aprender.

Como qualifica a formação que é dada em Turismo no DEGEIT?

A formação em Turismo na UA integra três ciclos de estudo (1º ciclo em Turismo, 2º ciclo em Gestão e Planeamento em Turismo e 3º ciclo em Turismo). Com os três ciclos em Turismo pretende-se fornecer uma oferta formativa sólida, aprofundada e integrada, através de uma visão interdisciplinar do setor do turismo. Tendo como base a complexidade e transversalidade do setor do turismo, pretende-se com o 1º ciclo em Turismo proporcionar conhecimentos e desenvolver competências relacionadas com dois domínios fundamentais para o desenvolvimento da atividade turística, o planeamento e a gestão.

Ao longo do primeiro ciclo são dinamizadas várias atividades que permitem aos alunos um contacto mais próximo com as organizações (públicas e privadas) que integram o sistema turístico. A realização de visitas de estudo, a realização de congressos, seminários e workshops e a dinamização por parte do núcleo de estudantes dos estágios de verão, são apenas algumas dessas iniciativas. A dinamização de estágios extracurriculares é também uma iniciativa que está a ser desenvolvida com o objetivo de proporcionar aos alunos a oportunidade de adquirir alguma experiência profissional e de melhorar as suas competências técnicas. Estas ferramentas são, na minha opinião, fatores que poderão contribuir de forma positiva para a inserção dos licenciados em Turismo da UA no mercado de trabalho.

Que grande conselho dá aos seus alunos?

Desejo que os meus alunos sejam muito felizes. Neste sentido, procuro constantemente incentivá-los a trabalharem muito para que consigam atingir os seus objetivos, a serem solidários e cooperantes, a não desistirem dos seus sonhos e a acreditarem nas suas capacidades.

Houve alguma turma que mais a tivesse marcado? Porquê?

Não consigo identificar nenhuma turma ou grupo de alunos em concreto. Todas as turmas são diferentes, o que na minha opinião torna a atividade de ensino um grande desafio.

Pode contar-nos um episódio curioso que se tenha passado em contexto de sala de aula ou com estudantes?

Não consigo identificar nenhum episódio ou situação que neste momento mereça um destaque particular. Durante todos estes anos em que tenho lecionado ocorreram situações muito agradáveis, mas também alguns episódios menos agradáveis. No entanto, considero que todas essas situações me ajudaram muito a crescer enquanto pessoa e profissional.

descrição para leitores de ecrã
Para os seus estudantes, nada mais nada menos que o mais importante do mundo: ”Desejo que os meus alunos sejam muito felizes”.

Traço principal do seu carácter

Persistente e talvez mesmo um pouco teimosa.

Ocupação preferida nos tempos livres

Estar com a família.

O que não dispensa no dia-a-dia

Um café

O desejo que ainda está por realizar

Não existe especificamente um desejo, mas gostaria de viajar mais e de ter mais tempo para estar com a família.

imprimir
tags
outras notícias