conteúdos
links
tags
Cultura
Depois da pré-abertura aos participantes do UA Open Campus
Exposição “Porque na biblioteca não há só livros!” convida comunidade a reconstruir percurso da biblioteca na UA
Porque na biblioteca não há só livros
De 1973 a 2020 o que muda na biblioteca da UA? E nas tecnologias em uso? As alterações e as consistências de um percurso de várias décadas podem ser pensadas tendo como mote a exposição "Porque na biblioteca não há só livros! A evolução das tecnologias da informação na biblioteca da UA" que se inaugura a 3 de abril, na sala Hélène de Beauvoir.

Desde a origem dos Serviços de Documentação, que remontam à fundação da Universidade de Aveiro, em 1973, muito mudou no campus universitário e no mundo das tecnologias. Numa exposição que desenha uma linha cronológica, propõem-se alguns marcos que ilustram como os atuais Serviços de Biblioteca, Informação Documental e Museologia (SBIDM) usam as Tecnologias de Informação e Comunicação e as tendências tecnológicas para organizar, gerir, preservar e disponibilizar os recursos e conhecimentos. A exposição inclui uma série de objetos tecnológicos do passado que foram preservados nos SBIDM e agora recuperados para serem personagens deste percurso expositivo.

A exposição assume-se como um ponto de partida para, numa visita guiada pelos artefactos e conteúdos propostos, os visitantes poderem partilhar o conhecimento que tem sobre a Biblioteca, os serviços e também sobre o desenvolvimento tecnológico. Assim se poderá construir uma narrativa mais rica desse percurso sobre o património material dos SBIDM, enriquecendo-o com a componente imaterial que os testemunhos e vivências dos utilizadores da comunidade universitária e atuais e antigos colaboradores poderão adicionar. Delineada nos SBIDM esta mostra contou com contributos documentais, materiais e de informação dos trabalhadores que integram estes serviços, e com o apoio do American Corner Media Lab, em termos materiais e da curadoria principal de Tânia Ribeiro. O design de interação teve o desenvolvimento e suporte de Silvino Martins, do Departamento de Comunicação e Arte.

Esta exposição, que integra o programa de atividades da UA no âmbito do Ano Europeu do Património Cultural, está aberta ao público entre as 10 e as 18 horas, de segunda a sexta feira, até ao dia 22 de abril na sala Hélène de Beauvoir da Biblioteca da UA.

Depois de ter tido uma pré-abertura especial no âmbito do UA Open Campus, tem a sua inauguração no dia 3 de abril, pelas 16.30 horas.

imprimir
tags
evento relacionado
 
outras notícias