conteúdos
links
tags
Cultura
A 28 de fevereiro, 15h00, auditório do Departamento de Comunicação e Arte
Contrato de doação do espólio de Elvira de Freitas assinado ao som da sua música
Elvira de Freitas
A assinatura do contrato de doação do espólio da compositora, maestrina e pedagoga Elvira de Freitas decorre no Departamento de Comunicação e Arte (DeCA) da UA, no dia 28 de fevereiro, às 15h00, com a presença de Maria Frederica Santos e Rafael Santos, filhos da compositora. Ainda nessa sessão o público poderá apreciar alguns dos temas compostos por Elvira de Freitas e por Frederico de Freitas que serão interpretados por docentes e alunos da UA. Em estreia na UA estarão alguns dos temas que integram o CD “Frederico de Freitas | Obras completas para violino e piano & violino e violoncelo” recentemente editado.

Em 2010, Elvira de Freitas entregou à UA o espólio de seu pai, o compositor Frederico de Freitas. Desde essa data muitos foram os trabalhos académicos, projetos de investigação, edições e eventos desenvolvidos em torno do legado de Frederico de Freitas.

Em 2018 são os seus filhos que entregam à UA o espólio de Elvira de Freitas.

Compositora, maestrina e pedagoga, Elvira de Freitas (1927-2015) seguiu o exemplo paterno, do compositor Frederico de Freitas, dedicando a sua vida à música, com incursões pela escrita de ficção e artes plásticas. Terminou o curso superior de piano no Conservatório Nacional, e estudou composição com o pai, Jorge Croner de Vasconcelos e Fernando Lopes-Graça em Portugal, e Nadia Boulanger e Oliver Messiaen em Paris. As suas obras revelam vasta abrangência de estilos, desde a música erudita até à música ligeira, destacando-se a obra coral-sinfónica "Excertos para uma Missa de Requiem" (menção honrosa no Prémio Nacional de Composição Carlos Seixas, 1971), a "Marcha do Bairro Alto" (1º prémio no Concurso de Marchas de Lisboa, 1955), assim como a sua extensa produção de música vocal. Enquanto maestrina, esteve ligada à Emissora Nacional, e destacou-se também como docente em instituições como o Conservatório Nacional e o Instituto Gregoriano de Lisboa. Em 2010, doou o espólio do pai à Universidade de Aveiro; a ligação da família com a UA prossegue, agora, com a doação do espólio da compositora por parte dos filhos Maria Frederica Santos e Rafael Santos.

O espólio de Elvira de Freitas é composto por partituras, livros de apoio ao ensino de música, fotografias, apontamentos e memórias pessoais e profissionais que ficam à guarda e sob tratamento e classificação dos Serviços de Biblioteca, Informação Documental e Museologia da UA.

Programa da cerimónia de assinatura do contrato de doação

15h00 - Auditório do Departamento de Comunicação e Arte

  • Assinatura do Contrato de Doação do Espólio de Elvira de Freitas,

com a participação dos doadores, Maria Frederica Santos e Rafael Santos, o reitor da Universidade de Aveiro, o diretor do Departamento de Comunicação e Arte, a diretora dos Serviços de Biblioteca, Informação Documental e Museologia e a docente e investigadora Helena Marinho.

  • Momento musical

Elvira de Freitas (1927-2015)

    Quatro canções para ela (1950). Versos de Silva Tavares (1893-1964)

    1. Calmo (embalado)

    Quadras (1950). Versos de Silva Tavares (1893-1964)

    1. Allegretto

    2. Allegro Marcato

    3. Calmo

    4. Poco Mosso

Por Carolina Andrade, canto, e Alfonso Benetti, piano.

 

Frederico de Freitas (1902-1980)

    Berceuse

    Allegro appassionato

Por Nuno Soares, violino, e Helena Marinho, piano.

Em estreia na UA estarão os temas de Frederico de Freitas que integram o CD “Frederico de Freitas | Obras completas para violino e piano & violino e violoncelo” recentemente lançado. Este é o quarto CD publicado na coleção UA/mpmp, editado pelo Movimento Patrimonial pela Música Portuguesa.

A participação neste evento é aberta a todos os interessados na obra destes relevantes compositores portugueses.

imprimir
tags
veja também
 
evento relacionado
 
outras notícias