conteúdos
links
tags
Investigação
Evgeny Lakshtanov nomeado para o prémio de Calderón
Matemático da UA dá contribuição fundamental para o problema de Calderón
Matemático da UA dá contribuição fundamental para o problema de Calderón
Evgeny Lakshtanov, investigador da Universidade de Aveiro (UA), foi nomeado para o prémio de Calderón por ter desenvolvido um método que permite a resolução do problema de Calderón no caso geral. Até agora, para este problema fulcral no campo da tomografia de impedância elétrica, apenas era conhecida a solução no caso de baixas frequências.

Em poucas palavras, pode dizer-se que o problema Calderón consiste em saber quando é possível reconstruir a condutividade elétrica de um corpo a partir de umas tantas medições na superfície. Até agora, a solução era conhecida apenas no caso de baixas frequências, mas no artigo Uniqueness in the Inverse Conductivity Problem for Complex-Valued Lipschitz Conductivities in the Plane, SIAM J. Math. Anal., 49(5), 3766-3775 (2017), o matemático Evgeny Lakshtanov desenvolveu um método que permite a resolução do problema Calderón no caso geral.

Em face deste importante avanço, Evgeny Lakshtanov foi nomeado para o prémio de Calderón, atribuído pela Inverse Problems International Association (IPIA). Este prémio bianual destina-se ao investigador abaixo dos 40 anos que dá os melhores contributos para a área de problemas inversos.  

O trabalho do matemático Evgeny Lakshtanov pode ser consultado em

https://arxiv.org/abs/1703.04905 e em https://ria.ua.pt/bitstream/10773/18418/1/JorgeSiam.pdf

 

 

imprimir
tags
outras notícias