conteúdos
links
tags
Distinções
Prémio “From PhD to apps”
Doutoranda da UA distinguida no Luxemburgo
Tamiris Costa, estudante de doutoramento no Departamento de Ambiente e Ordenamento
Tamiris Costa, doutoranda no Departamento de Ambiente e Ordenamento (DAO), foi distinguida com o prémio “From PhD to apps” na conferência Life Cycle Management 2017, que se realizou no Luxemburgo, de 3 a 6 de setembro. A distinção reconhece o elevado potencial que o trabalho apresentado “Environmental impacts of biomass-to-energy conversion technologies: grate boilers and fluidized bed boilers” oferece no apoio à tomada de decisão.

O trabalho aborda os impactos ambientais das tecnologias de conversão de biomassa em energia: grelhas e leitos fluidizados. A utilização da biomassa florestal tem grande potencial de contribuir significativamente para a produção de energia elétrica em Portugal e com impactos ambientais substancialmente menores do que as tecnologias atuais. 

Várias centrais eléctricas alimentadas por resíduos florestais foram contratadas nos últimos anos em Portugal, sendo que algumas delas utilizam caldeiras a grelhas, enquanto outras utilizam leitos fluidizados.

O objetivo deste estudo passou por comparar os impactos ambientais associados a essas tecnologias por meio da Avaliação do Ciclo de Vida (ACV) desta atividade, tendo em conta que a ACV é uma ferramenta ambiental importante para medir e avaliar os impactos ambientais, fornecendo suporte para atividades de tomada de decisão e dois cenários alternativos para tecnologias de conversão de biomassa para energia foram simulados: caldeiras a grelhas e leito fluidizado.

A gestão florestal, coleta de resíduos, processamento e transporte de resíduos e a conversão de energia foram as etapas incluídas no sistema de fronteiras desse estudo.

Os resultados da investigação desenvolvida pela aluna brasileira Tamíris da Costa, em co-autoria com os investigadores Paula Quinteiro, Luis Tarelho, Luís Arroja e Ana Cláudia Dias, mostram que, para todas as categorias de impacto estudadas (mudança climática, material particulado, formação fotoquímica de ozônio, acidificação, eutrofização e depleção fossil e meneral) o leito fluidizado apresentou menores impactos ambientais para converter a biomassa em energia. O estudo também mostrou que a etapa de conversão de energia desempenha um papel importante em todas as categorias de impacto e, portanto, esse é o estágio para o qual as medidas de melhoria devem ser principalmente estabelecidas. 

Também participaram nesta conferência, que contou com a presença de mais de 600 participantes, os investigadores do DAO Ana Cláudia Dias, Paula Quinteiro e Pedro Villanueva, apresentando os seus trabalhos mais recentes no âmbito dos projetos SustainFor (http://sustainfor.web.ua.pt/) e SABIOS (http://sabios.web.ua.pt/).

imprimir
tags
outras notícias