conteúdos
links
tags
Desporto
ENGENIUS procura mais apoios para evoluir
Equipa da UA na Formula Student fica em nono e aponta 2018 para finalizar protótipo físico
Equipa ENGENIUS 2017
Conseguindo um resultado auspicioso na mais recente prova de Silverstone, ficando entre os 10 primeiros lugares com um projeto elétrico, a equipa de Fórmula Student da Universidade de Aveiro (UA), prepara um protótipo físico para 2018. A ENGENIUS é constituída por mais de 50 estudantes de vários cursos da UA.

A competição Formula Student 2017 em Silverstone foi o local escolhido para mostrar, pela primeira vez, o projeto que mudou a forma de trabalhar da equipa, explica a porta-voz Helena Almeida. Até ao momento da competição, a ENGENIUS apenas tinha informado os patrocinadores das características do projeto que ia competir em Inglaterra, deixando o público em geral na expectativa. O projeto apresentado chama-se E17, é 100% elétrico, mas o destaque vai para a possibilidade de ser modular aliando-se ao projeto a combustão que a equipa tem vindo a desenvolver. É a primeira vez que a ENGENIUS desenvolve e compete com um projeto que pode ser 100% elétrico mas que também permite funcionamento a combustão, retirando as baterias e outros componentes da componente elétrica e adicionado componentes para o funcionamento a combustão. O contrário também é possível com esta solução.

A equipa participou em três provas: Engineering Design, Business Presentation, Cost & Manufactoring. O 9º lugar obtido na classificação final resultou da obtenção de 108 pontos na prova de design (na competição a prova tem o nome de Engineering Design), 47,91 pontos na prova onde foi apresentado o plano de negócios (Business Presentation) e 97 pontos na prova de custos (Cost & Manufacturing). Existem mais provas durante a competição, mas os membros da ENGENIUS apenas participaram nestas três provas.

Contando com a participação de 2017, a ENGENIUS já esteve em Silverstone oito vezes, permitindo aumentar a experiência da competição e melhorar os projetos:

2007 – Xante (projeto combustão) 9º lugar

2008 – Xante (projeto combustão) 1º lugar

2010 – Lynx (projeto combustão) 17º lugar

2011 – Lynx (projeto combustão) 4º lugar

2015 – Aquila (projeto combustão) 10º lugar

2016 – Aquila (projeto combustão) 12º lugar

2016 – Spyro (projeto elétrico) 13º lugar

2017 – E17 (projeto elétrico) 9º lugar

ENGENIUS procura apoios para evoluir

Atualmente, o principal objetivo da equipa passa pela construção física do projeto e fazer com que 2018 seja o ano em que as rodas do protótipo pisem, pela primeira vez, as pistas onde decorrem as competições Formula Student. A equipa da UA começou pela construção do projeto de combustão para, posteriormente, participar noutras provas da competição Formula Student e, assim, ir ganhando também experiência nas provas dinâmicas. Um protótipo físico permitirá à equipa participar em provas noutros países onde decorre a competição Formula Student.

Com a ajuda de algumas empresas e entidades, a equipa tem evoluído na construção do veiculo, surgindo a necessidade de investir cada vez mais em componentes. Segundo Helena Almeida, a equipa procura potenciais interessados no desporto automóvel que queiram investir nos projetos da ENGENIUS e estar presentes nas competições Formula Student. Estas têm vindo a ter um grande impacto na industria automóvel, nomeadamente pelo recrutamento de jovens engenheiros por empresas ligadas a este setor e patrocinadoras da competição.

A ENGENIUS conta, atualmente, com os seguintes apoios: Atena – Automação Industrial, Grupo Escolas de Condução IP5, Universidade de Aveiro, Departamento de Engenharia Mecânica, Núcleo de Estudantes de Engenharia Mecânica, Associação Académica da Universidade de Aveiro, Indasa, Feature Engineering, Semog, RedeInnov, ID - Identidade Digital, Print4Fun3D, Lucas Oil, AddVolt, Ricardo e Matlab.

imprimir
tags
outras notícias