conteúdos
links
tags
Campus
Plataforma de recursos de apoio à cultura, peixes da Ria de Aveiro e apoio ao luto
Membros da UA têm propostas a votação para o Orçamento Participativo de Portugal
Votação de projetos no âmbito do Orçamento Participativo de Portugal até 10 de setembro
Pelo menos três projetos de membros da Universidade de Aveiro (UA) estão a votação, entre mais de 600, no âmbito da iniciativa Orçamento Participativo de Portugal. “A diversidade de peixes da Ria de Aveiro”, “Formação para o apoio competente ao luto na escola, na empresa e na comunidade” e “Cidade pelas pessoas (projeto piloto: municípios de Aveiro e Ílhavo)” são os três títulos. A votação decorre até 10 de setembro.

“Cidade pelas pessoas (projeto piloto: municípios de Aveiro e Ílhavo)", com o subtítulo "Plataforma de ativação de espaços e de programas com base em iniciativas da sociedade civil”, é um projeto de âmbito regional na área da cultura que visa, criar uma plataforma que identifica os recursos logísticos, incluindo espaços disponíveis, equipamentos de som e imagem, viaturas, entre outros, que possam ser úteis ao dia-a-dia de associações ou grupos. A Plataforma mostra o tipo de recurso, onde se encontra e qual a sua disponibilidade, maximizando a sua rentabilização, evitando perdas de tempo e desperdício de meios financeiros, explica Fernando Nogueira, professor do Departamento de Ciência Sociais, Políticas e do Território da UA.

O projeto, ao qual foi atribuído o número 378, foi construído congregando uma proposta de Fernando Nogueira mais duas apresentadas por dois alunos: José Octávio Braga, aluno do mestrado em Planeamento Regional e Urbano da UA, e Catarina Gomes, finalista de Gestão Autárquica, na Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Águeda (ESTGA). A concretização do projeto foi estimada em 50 000 euros.

José Eduardo Rebelo, professor do Departamento de Biologia da UA, presidente da APELO-Apoio ao Luto e coordenador do Observatório do Luto em Portugal, apresenta dois projetos a votação, muito diferentes no seu âmbito: “A diversidade de peixes da Ria de Aveiro” e “Formação para o apoio competente ao luto na escola, na empresa e na comunidade” identificados, respetivamente, com os números 379 e 117.

O primeiro é um projeto de um ano, intersectorial e multidisciplinar, que abrange toda a Ria de Aveiro e os municípios ribeirinhos, incluindo: estudo da diversidade de espécies de peixes que ocorrem na laguna; levantamento da identidade cultural das populações ribeirinhas associada à diversidade biológica lagunar, com particular relevo nos peixes e na pesca comercial; análise de estratégias para promoção do turismo de natureza, cultural e gastronómico associado aos peixes da laguna; observação sobre a capacidade de suporte territorial para uma pressão turística sustentável; reconversão profissional dos pescadores, através de formação, direcionada para o apoio a atividades turísticas sobre a pesca. A este projeto corresponde um orçamento de 70 000 euros.

Quanto ao projeto “Formação para o apoio competente ao luto na escola, na empresa e na comunidade”, de âmbito nacional e identificado com o número 117, preconiza o estabelecimento de um programa piloto de formação nacional para o apoio à pessoa, família e comunidade em luto. Ao longo de um ano, no Porto, Aveiro, Lisboa e Évora, realizam-se atividades formativas para adultos, nomeadamente: “Curso de Conselheiros do Luto” (60 horas presenciais), seguindo o Modelo Vivencial do Luto Sadio, para formar especialistas no apoio ao luto saudável na comunidade; Ação de Formação “Vivências do Luto em Contexto Escolar” (12 horas presenciais), destinada a educadores; Ação de Formação “Vivências do Luto em Contexto Profissional” (12 horas presenciais), destinada a gestores e trabalhadores. Este projeto tem um custo estimado de 200 000 euros.

Os projetos estão a votação na plataforma online do Orçamento Participativo de Portugal até 10 de setembro: https://opp.gov.pt/ .

imprimir
tags