conteúdos
links
tags
Campus
Mestrado Integrado em Engenharia Computacional do Departamento de Física
Indústria apoia a formação de Engenheiros Computacionais da UA
Engenharia Computacional do Departamento de Física capta a atenção da indústria
Estreou-se no último ano, mas é já um caso e sucesso. Tanto assim é que o Mestrado Integrado em Engenharia Computacional (MIEC) recebeu nota máxima do sector industrial no que toca ao reconhecimento da importância desta formação da Universidade de Aveiro (UA). A necessidade de formação de quadros superiores nesta área é grande, por isso, o MIEC tem já um grupo de empresas de olhos postos nos estudantes que é como quem diz, nos futuros profissionais que irão desenvolver as respetivas explorações computacionais aprofundadas, ferramentas essenciais para se manterem na vanguarda do mercado.

O mundo está cada vez mais interconectado, onde os computadores abundam e os dados são gerados a ritmos sem precedentes. O engenheiro do futuro viverá num mundo cada vez mais dinâmico e exigente, onde o desenvolvimento de novos produtos irá requerer soluções cada vez mais sofisticadas e com otimizações constantes. O engenheiro do futuro terá, no entanto, importantes ferramentas ao seu dispor. Terá acesso a um conjunto vasto de software que lhe permitirá fazer cálculos até há pouco tempo inimagináveis, alicerceados num sólido saber acumulado em disciplinas fundamentais e específicas. Poderá construir modelos para interpretar a realidade, dar significado aos dados e prever o futuro.

Este novo mundo de possibilidades trouxe a necessidade de uma nova formação. A Engenharia Computacional é a engenharia multidisciplinar que ensina a usar o computador para explicar a natureza e projetar os protótipos do futuro. A Engenharia Computacional junta uma forte formação de base em Matemática e Física, ao mundo vibrante da Informática, abrindo a possibilidade de especializações em qualquer área da engenharia, numa certeza de que no futuro as explorações computacionais serão essenciais no desenvolvimento de produtos e soluções inovadoras para a sociedade.

MIEC reconhecido pelas empresas

Neste contexto, a inovação é favorecida com a atividade de diplomados de cursos como o MIEC, conforme reconhecido pela Aspöck Portugal, Centro Tecnológico da Cerâmica e do Vidro (CTCV), ChillTime – Epic Startegy Games, Composite Solutions, LifeTag Diagnostics, MICE - Molds and Components Injected Engineering, RI-TE e WatGrid Solutions, parceiras no desenvolvimento desta graduação.

Estas empresas constataram que o MIEC se destina a formar profissionais com competências atrativas para o sector industrial, aptos a trabalhar em áreas científicas e tecnológicas onde a modelação e simulação computacional, ou a análise e o tratamento de grandes quantidades de dados usando algoritmos computacionais sofisticados sejam determinantes. Através da formação de base estruturante (em Física, Matemática e Informática), uma escolha criteriosa das disciplinas de opção em áreas específicas diversificadas e a seleção de temas para trabalhos de projeto e tese de mestrado orientados por docentes de departamentos adequados (Física, Informática, Química, Ciências Médicas, Engenharia Mecânica, Ambiente, Matemática, etc.), os formandos poderão trabalhar em:

  • _ indústria ótica e fotónica
  • _ indústria automóvel e aeroespacial
  • _ indústria metalomecânica
  • _ indústria química e farmacêutica
  • _ indústria de software, de jogos de computador e animação gráfica
  • _ indústria de semicondutores
  • _ desenvolvimento de novos materiais
  • _ indústria petroquímica
  • _ indústria de moldes 
  • _ banca e seguradoras
  • _ consultadoria diversa (por exemplo, ambiente, empresas para prospeção de dados da internet, etc.).
  • _ logística
  • _ marketing digital
  • _ investigação em instituições públicas e em laboratórios de I&D privados 

Saliente-se que o MIEC oferecido pela Universidade de Aveiro é a única formação nacional nesta área, seguindo a tendência que levou à criação com grande sucesso e grande empregabilidade de cursos de 'Computational Science and Engineering' em países altamente desenvolvidos do ponto de vista tecnológico, como por exemplo os Estados Unidos da América ou a Alemanha.

imprimir
tags
outras notícias