conteúdos
links
tags
Distinções
Projetos da ESAN premiados na Competição Regional do Concurso
Desenvolvimento de embalagens arrecada o 1.º prémio do Poliempreende
O projeto Buddypack foi o grande vencedor da competição regional do Poliempreende e irá representar a Universidade de Aveiro na competição nacional, a realizar em Bragança, no próximo mês de setembro.

Realizou-se hoje, na Universidade de Aveiro, a Competição Regional do Poliempreende; concurso que visa premiar projetos desenvolvidos e apresentados por alunos, diplomados ou docentes das Escolas Politécnicas.

O grande vencedor do concurso foi o projeto Buddypack, uma embalagem para fast food que se diferencia pelo seu design, redução da quantidade de papel utilizado e facilidade de transporte.

Em segundo lugar ficou o projeto Light@Shadow, um produto desenvolvido para utilização na área do barbecue, que consiste num grelhador desdobrável, de pequenas dimensões, o que permite o seu fácil transporte.

O projeto Buscópia arrecadou o terceiro lugar. Esta plataforma permite facilitar a procura e o acesso aos centros de cópias, minimizando o esforço e os custos por parte do utilizador.

Os promotores dos três projetos são alunos da Escola Superior de Design, Gestão e Tecnologias da Produção de Aveiro - Norte (ESAN), dos cursos de Tecnologia e Design de Produto e Gestão de Processos Industriais.

O Poliempreende é uma iniciativa que visa, através de um concurso de ideias e de planos de negócios, avaliar e premiar projetos desenvolvidos e apresentados por alunos, diplomados ou docentes das Escolas Politécnicas, ou outras pessoas, desde que integrem equipas constituídas por estudantes e/ou diplomados.

Este projeto é promovido pelos institutos politécnicos do país, bem como pelas escolas politécnicas das universidades de Aveiro e do Algarve, compreendendo mais de 100 mil alunos e 7 mil docentes.

O concurso tem uma componente regional e outra nacional. A nível regional, cada instituto politécnico promove um conjunto de iniciativas que culminam com a atribuição de prémios aos três melhores projetos apresentados. Os projetos vencedores em cada instituição são, posteriormente, submetidos à apreciação de um júri, durante o mês de setembro, que irá escolher os três melhores projetos nacionais. A coordenação nacional do Poliempreende é rotativa, sendo que a edição deste ano está a cargo do Politécnico de Bragança.

imprimir
tags
outras notícias