conteúdos
links
tags
Distinções
VI edição desta iniciativa da Universidade de Aveiro foi dedicada ao texto dramático
Prémio Literário Aldónio Gomes distingue obra de Manuel Pereira da Costa
Prémio Literário Aldónio Gomes distingue obra de Manuel Pereira da Costa
Manuel Pereira da Costa (com pseudónimo literário de Manuel Córrego), autor da peça “O Inquisidor-Geral - Relicário com 16 estações”, é o vencedor da VI edição do Prémio Aldónio Gomes, promovido pelo Departamentos de Línguas e Culturas e pela Reitoria da Universidade de Aveiro.

Manuel Pereira da Costa (com pseudónimo literário de Manuel Córrego), advogado, é natural do Couto de Cucujães, Oliveira de Azeméis. Enquanto estudante fez parte do Teatro dos Estudantes da Universidade de Coimbra. Promoveu a fundação do Teatro Experimental de Malange, assim como do Núcleo Amador de Teatro de S. João da Madeira. Nesta cidade, onde reside, dedicou-se à encenação e à escrita dramática.

O autor estreou-se no domínio da escrita com a peça O Tinteiro de Ferro, camiliana distinguida com Menção do Prémio Garrett em 1990.

Seguiram-se mais de duas dezenas de obras publicadas, em teatro e romance, tendo sido distinguido em 1998 com o Prémio Ler – Fundação Circulo de Leitores com o romance Campo de Feno com Papoilas.

Foi galardoado com o Grande Prémio de Teatro do Inatel em 1991, 1998, 2003 e 2004.

Foram ainda distinguidas, em 2008, as suas obras Vento de Pedra, com o Prémio AO, e As Sonatas de Amadeus e Um Terraço Sobre a Cidade, com o Prémio da Escola Superior Artística do Porto. A sua coletânea de contos Perpétuas-Roxas e o Lá de Schumann recebeu o Prémio Miguel Torga Cidade de Coimbra, em 2010.

 

Prémio em honra do pedagogo e divulgador Aldónio Gomes

Com o intuito de estimular a criação literária e a revelação de novos autores, a Universidade de Aveiro (UA), através do Departamento de Línguas e Culturas e da Reitoria, decidiu instituir, sob proposta da aluna Célia Alves Resende de Bastos, um Prémio Literário, que viria a receber o nome de Aldónio Gomes, com o intuito de honrar a memória deste insigne pedagogo e grande estudioso e divulgador da língua portuguesa e das Literaturas Africanas de Língua Portuguesa, cujo espólio foi doado à academia aveirense.

Em cada ano, o Prémio é dedicado a um género literário diferente e o seu vencedor anunciado a 22 de maio, Dia do Autor Português.

imprimir
tags
veja também