conteúdos
links
tags
Campus
Delegação chinesa esteve na UA para reforçar relações de cooperação
Universidade Normal de Harbin e UA alargam parceria para a mobilidade de alunos
Universidade Normal de Harbin e UA alargam parceria para a mobilidade de alunos
Uma Comitiva da Universidade Normal de Harbin esteve esta quinta-feira, 19 de janeiro, na Universidade de Aveiro (UA) para reforçar as relações de cooperação já existentes entre as duas universidades. A receber a delegação chinesa, chefiada pelo presidente daquela Universidade, Wang Xuanzhang, esteve o Reitor Manuel António Assunção, a Pró-reitora Marlene Amorim e a Professora do Departamento de Línguas e Culturas Cristina Carrington.

A UA e a Universidade Normal de Harbin estabeleceram em 2014 um protocolo para a mobilidade de alunos da licenciatura em Línguas Literaturas e Culturas (1º Ciclo). Com esta visita, as partes acordaram alargar agora a frequência, por parte de alunos da Universidade Normal de Harbin, ao mestrado em Línguas Literaturas e Culturas (2º Ciclo) ministrado pelo Departamento de Línguas e Culturas (DLC) da UA.

Por seu lado, a Universidade Normal de Harbin oferece anualmente bolsas para a aprendizagem da língua e cultura chinesas, na China, que serão aproveitadas pelos alunos da licenciatura em Línguas e Relações Empresariais da UA.

A delegação chinesa que visitou esta quinta-feira a UA integrou também Bu Wenbin, Vice-diretor do Gabinete de Assuntos Internacionais da Universidade Normal de Harbin; Cheng Shuang, Reitora da Escola de Idiomas Ocidentais da Universidade Normal de Harbin; e Dong Lei, Coordenador dos Programas Internacionais daquela Universidade.

Do lado da UA participaram ainda na reunião de trabalho, o assessor do Reitor para a internacionalização e cooperação, Ângelo Ferreira, e a diretora do Instituto Confúcio da Universidade de Aveiro, Cuicui Cheng.

Importa referir que o Departamento de Línguas e Culturas da UA mantém relações de cooperação com outras cinco universidades chinesas; a saber: Universidade de Línguas Estrangeiras de Dalian; Universidade de Línguas Estrangeiras de Xian (XISU); Universidade de Estudos Internacionais de Shangai; Instituto de Línguas Estrangeiras de Huaqiao de Jilin; e Universidade de Estudos Internacionais de Sichuan.

 

 

imprimir
tags
outras notícias