conteúdos
links
tags
Campus
Sucesso académico reconhecido a 15 de dezembro, dia de aniversário da academia de Aveiro
Dia de festa com bolsas e prémios para os melhores estudantes da UA
A UA em dia de aniversário homenageia os melhores estudantes
São 75 os estudantes da Universidade de Aveiro (UA) que vão receber no dia 15 de dezembro outros tantos prémios e bolsas de mérito em reconhecimento pelo respetivo sucesso académico. As distinções, que vão ser entregues dia 15 de dezembro, durante a cerimónia do 42º aniversário da UA, contam com o patrocínio de cerca de 20 empresas e instituições parceiras da academia que, mais uma vez, se associam à academia de Aveiro para sublinhar a importância do mérito e do sucesso nos estudos.

“Simbolicamente, é no dia do nosso aniversário que premiamos os melhores estudantes. Fazemo-lo com o patrocínio de empresas e instituições parceiras, através do que procuramos dar expressão à utilidade que a sociedade reconhece nos esforços desenvolvidos pelos alunos”, aponta Gonçalo Paiva Dias. É, portanto, explica o Vice-reitor da UA para a área académica, “uma forma de reconhecimento de mérito individual dos estudantes e de enaltecimento da responsabilidade social das empresas e outras instituições parceiras da universidade, sem as quais esta iniciativa não seria possível”.

Na lista dos contemplados pelos prémios de mérito e pelas bolsas de estudo estão os estudantes que em setembro entraram no ensino superior pela porta da UA com as melhores médias, os que conseguiram manter uma média igual ou superior a 17,5 desde que chegaram à academia e os que concluíam a licenciatura e o mestrado com notas de excelência.

Dos 75 alunos que subirão ao placo do auditório da Reitoria para receber os aplausos da comunidade académica, o destaque pode ser dado a Catarina Correia. A estudante, que acaba de concluir a licenciatura em Bioquímica com média de 19 valores, vai receber o Prémio Universidade de Aveiro/Caixa Geral de Depósitos, por ter sido a melhor finalista dos cursos de 1º ciclo da academia de Aveiro no ano letivo 2014/2015.

"Procuro sempre dar o meu melhor em tudo o que faço, independentemente de gostar mais ou menos do assunto tratado, mas nem sempre as coisas me saem como eu quero logo à primeira. Por isso, diria que o meu principal segredo foi a persistência, saber quando não desistir", confessa CAtarina Correia em entrevista ao jornal online da UA para ler aqui

imprimir
tags
veja também
 
outras notícias