conteúdos
links
tags
Distinções
Sessão final realizou-se a 29 de outubro, na Covilhã
UA vence edição 2015 do CEBT Ibérico
A equipa vencedora do CEBT Ibérico
A tecnologia da Universidade de Aveiro (UA) que permite remoção de espécies químicas de água sagrou-se vencedora, a 29 de outubro, na sessão final do CEBT Ibérico – Competências Empreendedoras de Base Tecnológica, entre 11 ideias de negócio apresentadas, baseadas em conhecimento e tecnologias das universidades de Aveiro, Beira Interior e Coimbra.

A UA fez-se representar por cinco equipas, num total de 24 empreendedores que, durante oito semanas, adquiriram um conjunto de competências em áreas cruciais à validação e implementação de ideias de negócio. A cada uma das equipas foi atribuída uma tecnologia, de diferentes áreas, nomeadamente Química, Mecânica e Comunicação e Arte.

O projeto vencedor, apresentado pela equipa NanoGreen, tem por base a tecnologia desenvolvida pelos investigadores Ana Luísa Silva, Tito Trindade e Sofia Soares, do CICECO - Aveiro Institute of Materials, que apresentaram um novo método de purificação de águas sem recurso à utilização de tensioativos tóxicos.

A equipa Nanogreen foi constituída por alunos e antigos alunos da UA, bem como membros externos à academia, provenientes de diferentes áreas de formação e com percursos profissionais distintos, o que lhes permitiu apresentar um projeto consistente e que deu resposta aos principais critérios de avaliação do juri. Fatores, como capacidade de apresentar o produto/serviço, carácter inovador do projeto, vantagem face à concorrência e demonstração da viabilidade económica e financeira, foram considerados elementos chave para o sucesso do projeto.

O CEBT Ibérico – Competências Empreendedoras de Base Tecnológica é uma iniciativa do projeto transfronteiriço INESPO II, que visa agregar as boas práticas de gestão para a criação, desenvolvimento e implementação de novas tecnologias no mercado.

É propósito do CEBT Ibérico criar uma metodologia de aconselhamento e consultoria especializada, originando um modelo de apoio à constituição de Empresas de Base Tecnológica.

O CEBT Ibérico operacionalizou-se por via da realização de três ações: workshops, sessões de mentoring e sessões de coaching, nas quais foram trabalhadas tecnologias oriundas dos laboratórios e unidades de investigação das universidades parceiras. O programa teve a duração de oito semanas (quase 50 horas), distribuídas por seis horas semanais de workshops, mentoring e coaching.

O CEBT Ibérico contou com a parceria da Universidade de Coimbra, Universidade da Beira Interior, Universidade de Aveiro, CEC (Conselho Empresarial do Centro), Fundación General de la Universidad de León y la Empresa, Fundación General de la Universidad de Salamanca, Fundación General de la Universidad de Valladolid e Universidad Pontificia de Salamanca.

Mais informações em www.cebt.pt

imprimir
tags
outras notícias