conteúdos
links
tags
Cultura
Filarmonia das Beiras e Pedro Burmester abrem programa com Beethoven
Festivais de Outono 2013: do erudito ao jazz sem esquecer as crianças
Festivais de Outono 2013
A diversidade e a qualidade reforça-se na edição de 2013 dos Festivais de Outono (FO), de 18 de outubro a 22 de novembro, iniciativa anual da Universidade de Aveiro. Procurando servir a região e o país com uma oferta musical e cultural para gostos distintos, da edição deste ano dos FO constam a música clássica, o jazz, espetáculos que cruzam música e teatro e criações especialmente dirigidas às crianças, eventos em formato de concerto sinfónico, de recital (música de câmara ou a solo) e outros pensados para músicos e investigadores, como conferências e materclasses. Estas vão ser orientadas por referências dos panoramas musicais nacional e internacional.

O programa para 2013 “reforça a intenção das edições mais recentes de providenciar espaço de palco para artistas portugueses de alto valor”, carateriza António Chagas Rosa, professor do Departamento de Comunicação e Arte (DeCA) da Universidade de Aveiro e programador dos Festivais.

O programa abre dia 18 de outubro com a Sinfonia n.º1 e o Triplo Concerto para Piano, Violino e Violoncelo, de Ludwig van Beethoven, na interpretação da Orquestra Filarmonia das Beiras, acompanhada por Pedro Burmester (piano), Paulo Gaio Lima (violoncelo), e Ana Pereira (violino), e direção de Ernst Schelle. Será também a Filarmonia das Beiras a encerrar o Festival, a 22 de novembro, acompanhada pelas Orquestras de Sopro e de Cordas do DeCA e pela soprano Dora Rodrigues. Este concerto inclui clássicos do séc. XX, tais como o bailado “Petrouchka” de Stravinsky, canções com orquestra de Richard Strauss e o poema sinfónico “Paraísos Artificiais” de Luís de Freitas Branco, e será dirigido por Luís Carvalho.

A vertente didática da programação também não foi esquecida. Materializa-se na inclusão no programa de recitais com alunos de Doutoramento em Performance e de um recital de percussão com Tiago Ferreira, vencedor do Prémio de Interpretação Frederico de Freitas/Universidade de Aveiro 2013, para além da conferência de Alexandre Delgado, sobre música russa e checa do século XIX, e das masterclasses do cravista Miguel Jalôto e de canto com Pierre Mak.

Miguel Jalôto dará ainda um recital de cravo, a 11 de novembro, especialmente dirigido a pianistas e organistas, com compositores franceses e alemães do período barroco. Por outro lado, a música russa e checa do século XIX, mais concretamente os Quartetos com piano de Anton Rubinstein e Antónin Dvorak, é precisamente o tema do concertos do Moscow Piano Quartet constituído por Alexei Eremine (piano), Alexei Tolpygo (violino), Alexandre Delgado (violeta), Guenrikh Elessine (violoncelo), dia 23 de outubro, no Auditório do Departamento de Comunicação e Arte.

A formação de públicos e a dedicatória às crianças são também pontos de honra no programa dos FO 2013. O espetáculo “Vamos fazer uma ópera!”, baseado em “O pequeno limpa-chaminés”, de Benjamin Britten, com encenação de José Geraldo e numa versão concerto, em português, de Alexandre Delgado, decorre dia 2 de novembro, no Auditório da Reitoria da UA. A interpretação será da Orquestra Filarmonia das Beiras, com alunos da classe de canto da UA, do Coro Infantil e Juvenil de Santa Joana e com direção de António Vassalo Lourenço. Dia 16 de novembro, está agendado o espetáculo de música teatral “Anatomia do Piano”, pela Companhia de Música Teatral.

Outras sonoridades, próximas do jazz, entram no programa pela mão da cantora, pianista e professora do DeCA, Helena Caspurro, com um concerto de lançamento do seu novo álbum “Paluí”, a 20 de novembro.

Para além destes, o programa dos FO 2013, inclui vários outros espetáculos e eventos com nomes de “alto valor” no panorama musical. Informações atualizadas em http://www.ua.pt/festivaisdeoutono/ e em https://www.facebook.com/festivaisdeoutono.

imprimir
veja também